Teste o seu Português (667)

0
130

Prof.ª Dr.ª Terezinha de Jesus Bellote Chaman (*)

“O Natal costuma ser sempre uma ruidosa festa; entretanto, faz-se necessário o silêncio, para que se consiga ouvir a voz do Amor.” (Papa Francisco 2021).

Lucas, em 6;38, nos alerta: “Daí e vos será dado. Uma medida boa, socada, sacudida e transbordante será colocada na dobra da vossa veste.” Entretanto, na sociedade atual, marcada pela modernidade líquida, fluida, conforme nos aponta o filósofo Bauman, a solidariedade tem pouca chance de brotar e fincar raízes. Os relacionamentos destacam-se sobretudo pela fragilidade e superficialidade, provocando uma profunda mudança na condição humana. Então, o Natal se reveste de ruídos e poucos silêncios, pouca reflexão, quase nenhuma preocupação com o Outro, quase nenhum sentimento de irmandade, de compartilhamento, de ficar ombro a ombro ou marchar, no mesmo passo, como discorre Bauman, em Vidas Desperdiçadas.
Urgente se torna descruzar os braços e sair do conforto do egoísmo, do individualismo e ir em busca do Outro.

Somos gratos a Srª. Alice Chiuso, síndica do Ed. Villa Lobos, que generosamente assentiu a nossa ideia de arrecadarmos doces, brinquedos e alimentos, em prol do Lar Juvenil Araraquarense, Domingos Sávio. Tal entidade atende 150 crianças e adolescentes de 6 a 15 anos, de ambos os sexos, advindas de territórios, cujas vulnerabilidades sociais colocam-nos em situação de risco e de violação de direitos. Além desse atendimento, são mais de 90 famílias socorridas, em tal instituição. Somos gratos aos condôminos e amigos que contribuíram com tal iniciativa. E assim, torna-se verdadeiro o dito popular: se você tem mil degraus a subir, deve começar pelo primeiro.

Ainda, dando voz ao Papa Francisco:

Natal é você, quando se dispõe, todos os dias, a renascer e deixar que Deus penetre em sua alma. O pinheiro de Natal é você, quando, com sua força, resiste aos ventos e dificuldades da vida. Você é a decoração de Natal, quando suas virtudes são cores que enfeitam sua vida. Você é o sino de Natal, quando chama, congrega, reúne. A luz de Natal é você, quando, com uma vida de bondade, paciência, alegria e generosidade consegue ser luz, a iluminar o caminho dos outros. Você é o anjo do Natal, quando consegue entoar e cantar sua mensagem de paz, justiça e de amor. A estrela-guia do Natal é você, quando consegue levar alguém ao encontro do Senhor. Você será os Reis Magos, quando conseguir dar, de presente, o melhor de si, indistintamente, a todos. A música de Natal é você, quando consegue também sua harmonia interior. O presente de Natal é você, quando consegue comportar-se como verdadeiro amigo e irmão de qualquer ser humano. O cartão de Natal é você, quando a bondade está escrita no gesto de amor de suas mãos. Você será os votos de Feliz Natal, quando perdoar, restabelecendo, de novo, a paz, mesmo a custo de seu próprio sacrifício. A ceia de Natal é você, quando sacia, de pão e esperança, qualquer carente ao seu lado. Você é a noite de Natal, quando, consciente, humilde, longe de ruídos e de grandes celebrações, em silêncio, recebe o Salvador do Mundo. Um Feliz Natal a todos que procuram assemelhar-se a esse Natal.

(*) Pesquisadora do GEPEFA – Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Famílias – UNESP/Franca.

OBS.: Colunista semanal dos jornais Diário do Grande ABC (SP) e Jornal de Araraquara (SP), Jornal Independente – Dois Córregos (SP), Jornal de Nova Odessa (SP), Diário da Franca – Franca (SP) e Diário de Sorocaba – Sorocaba (SP) – Jornal de Itatiba – Itatiba (SP) – O Liberal Regional – Araçatuba (SP) – Diário da Serra.

Deixe uma resposta