Tarifas de 7 praças de pedágio das regiões de Araraquara, S.J. do Rio Preto, Bebedouro e Sertãozinho terão redução a partir de 1º de maio

0
1488
Foto: Imagem de storyset no Freepik

Novos valores passam a vigorar com início da operação da concessionária EcoNoroeste na malha atualmente sob administração da AB Triângulo do Sol. Motoristas também passam a ter acesso a descontos na tarifa por utilização frequente

A partir desta segunda-feira (1º de maio), a concessionária EcoNoroeste assume a operação da malha atualmente sob administração da AB Triângulo do Sol e, conforme previsto no contrato de concessão com o Governo do Estado, reduzirá as tarifas das sete praças de pedágio nas regiões de São José do Rio Preto, Araraquara, São Carlos e os municípios de Bebedouro e Sertãozinho. O percentual de queda vai variar de acordo com o ponto de cobrança, mas a redução média é de 9%. Além disso, os motoristas que utilizam o pagamento automático (com uso de tag) terão desconto adicional de 5%.

A malha operada atualmente pela Triângulo do Sol tem 442 quilômetros e abrange trechos das rodovias Washington Luís (SP-310), Brigadeiro Faria Lima (SP 326) e Carlos Tonanni (SP 333). Além da redução na tarifa, outra novidade importante para o bolso do motorista é a adoção do DUF (Desconto de Usuário Frequente), que concede abatimento nas tarifas para os usuários que mais utilizam a rodovia. Dependendo da praça de pedágio e da quantidade de vezes que o usuário passar pelo ponto de cobrança dentro do mesmo mês, a redução pode chegar a 95%. O desconto estará disponível para quem utiliza pagamento automático.

O Lote Noroeste, que será administrado pela EcoNoroeste, tem 600 quilômetros de rodovias – além do trecho sob operação da Triângulo do Sol, também inclui segmentos rodoviários sob concessão da Tebe, que ainda serão recebidos pela nova concessionária. O contrato de concessão prevê investimentos de R$ 13,9 bilhões (entre obras e operações) ao longo de 30 anos. A estimativa é de que 26 mil empregos serão gerados nos cinco primeiros anos de concessão.

Confira os novos valores  das tarifas dos carros de passeio

  • Rodovia Washington Luis (SP 310)- Araraquara km 282+400: R$ 19,90  (tarifa era de R$ 20,70)
  • Rodovia Washington Luis (SP 310) – Agulha km 346+400: R$ 12,00  (tarifa era de R$ 13,80)
  • Rodovia Washington Luis (SP-310) – Catinguá km 398+500 : R$ 17,20 (tarifa era de R$ 19,50)
  • Rodovia Brigadeiro Faria Lima (SP 326) –  Dobrada km 307+600: R$ 9,80 (tarifa era de R$ 10,70)
  • Rodovia Brigadeiro Faria Lima (SP 326) – Taiuva km 357+000: R$ 8,90 (tarifa era de R$ 9,80)
  • Rodovia Carlos Tonanni (SP 333)- Jaboticabal km 110+500: R$ 15,30 (tarifa era de R$ 16,80)
  • Rodovia Laurentino Macari (SP 333) – Itápolis km 179+700: R$ 8,50  (tarifa era de R$ 9,40)

“O desconto médio de 9% nas tarifas é um dos grandes benefícios para o usuário nesta concessão. Esse abatimento pode chegar a até 95% para quem passa muitas vezes pela mesma praça de pedágio. Além disso, também haverá  investimentos na modernização da malha viária para garantir mais segurança e agilidade ao tráfego”, enfatiza Milton Persoli, diretor-geral da ARTESP.

Motos

O contrato de concessão prevê, também, o início da cobrança de tarifa de pedágio para as motos. Desde os contratos celebrados em 2009, o modelo tarifário prevê a cobrança desses veículos. Os valores das tarifas das motos será de 50% do cobrado dos carros de passeio.

Obras e investimentos previstos

O investimento total no Lote Noroeste será de R$ 13,9 bilhões, sendo que R$ 5 bilhões deverão ser aplicados nos primeiros sete anos de concessão. Estão previstas as seguintes obras:

  •  123 km de duplicação de pistas;
  •  95 km de faixas adicionais;
  • 75 quilômetros de ciclovias;
  • 26 quilômetros de implantação/adequação de marginais;
  •  37 dispositivos;
  •  42 passarelas serão implantadas/adequadas;
  • 17 bases de Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU), 3 balanças fixas e 3 pontos de paradas de descanso serão implantadas/adequadas para caminhoneiros.

Sobre a ARTESP

A ARTESP – Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo – regula o Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo há mais de 20 anos. Sob sua gerência, estão 20 concessionárias, que atuam em 11,1 mil quilômetros de rodovias, o que representa quase 41,1% da malha estadual, abrangendo 335 municípios.

A Agência também fiscaliza o Transporte Intermunicipal de Passageiros, exceto nas Regiões Metropolitanas de São Paulo, de Campinas, da Baixada Santista, do Vale do Paraíba/Litoral Norte e Sorocaba. Dentre as ações, realiza auditoria de frota, garagem e instalações, ações fiscais na operação das linhas regulares, nos terminais rodoviários e nas rodovias. Além disso, a ARTESP é responsável pela regulação da concessão de 27 aeroportos regionais.

(ARTESP – Assessoria de Imprensa)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.