Socióloga destaca importância de debates sobre desigualdade de raça e gênero

Agência Brasil

A especialista regional em Gênero da Organização Internacional do Trabalho (OIT) no Brasil, Laís Abramo, destacou, a importância de debates sobre a desigualdade de raça e gênero, como o que será realizado no hoje (11) à tarde, em Brasília, para discutir a política de promoção da igualdade racial.

Segundo a socióloga Laís Abramo, antes havia o mito da democracia racial no Brasil, por não existir uma segregação, como ocorreu na África do Sul e nos Estados Unidos, onde negros não podiam freqüentar as mesmas escolas, usar o mesmo ônibus, nem morar nos mesmos bairros que os brancos. Mas, na realidade, quase a metade da população que se declara negra ou parda no Brasil já sofreu alguma barreira ou discriminação explícita por causa da cor, disse a socióloga.

Ela disse que as mulheres também sofrem discriminação e em geral ganham menos que os homens, mesmo quando exercem a mesma função. Laís Abramo lembrou, entretanto, que a mulher que consegue provar a injustiça pode recorrer, por estar amparada pela Convenção 111 e pela 100 da OIT, que proíbem a discriminação no trabalho.

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Santa Casa de Araraquara pede ajuda para identificar paciente

Show nesta sexta no Sesc Araraquara

Intervenção neste sábado no Sesc Araraquara

Confira as dicas gratuitas para curtir a cidade (20 e 21 de julho)

Contação de história neste sábado no Sesc Araraquara

CATEGORIAS