Semana Luís Antonio Martinez Corrêa: festival de Teatro começa no próximo dia 18

0
126

Em sua 34ª edição, SLAMC apresenta o tema “Encontros Mais Que Possíveis”, com apresentações cênicas, performances, oficinas, encontros no Café de Investigação, cenas curtas e mesas redondas

A Semana Luís Antonio Martinez Corrêa (SLAMC) vem aí! Em sua 34ª edição, o festival de teatro será realizado de 18 a 25 de junho, com apresentações cênicas, performances, oficinas, encontros no Café de Investigação, cenas curtas e mesas redondas. A SLAMC é uma realização da Secretaria Municipal da Cultura, Fundart, Coordenadoria Executiva de Cultura e tem o apoio da Unesp Araraquara, do Senac Araraquara e do Sesc Araraquara, com toda programação gratuita.

A provocação dessa edição apresenta o tema: “Encontros Mais Que Possíveis”. De acordo com o coordenador executivo de Cultura, Carlos Henrique Fonseca, a proposta inspira-se na ideia de diálogos ficcionais, imaginários, entre três nomes muito relevantes para a história do teatro brasileiro: Oswald de Andrade, na condição de componente do chamado “Grupo dos cinco” da Semana de Arte Moderna de 1922, Zé Celso e Luís Antonio Martinez Corrêa artistas araraquarenses de grande relevância no teatro brasileiro. “A provocação sugerida nesse encontro é só um mote para pensarmos como a dimensão do diálogo entre diferentes tempos e estéticas teatrais é importante pra abrir novos caminhos neste contexto celebratório e crítico sobre a Semana de 22”.

Com curadoria da atriz Nilceia Vicente e o ator Victor Ferrari como coordenador de produção, a 34ª SLAMC vem com uma importante provocação: ao voltar para o passado e rever os movimentos artísticos que reformularam o pensamento sobre o fazer cultural, a aproximação da arte com a sociedade e a forma como esses rompantes artísticos vêm sendo refeitos ao longo do tempo, é também projetar- se para o futuro.

De acordo com a curadora convidada, Nilcéia Vicente, e o coordenador de produção, Victor Ferrari, “temos como ponto de partida a Semana de Arte Moderna de 1922 e o manifesto antropofágico, no entanto, ampliamos o nosso olhar para o que ainda reverbera desse importante movimento artístico nos trabalhos de hoje. Seja em negação ou em contribuição ao que já foi feito, mas nunca em retrocesso. Desejamos aqui falar de processos criativos, colocar uma lupa nos primeiros intentos artísticos dos grupos e artistas da cidade e modificar os estados estagnados das reflexões que estão sendo feitas a sua volta. Propomos uma reflexão em ação, um impulso criativo para materializar as inquietações em cena”, disparam.

“A Semana Luís Antônio Martinez Côrrea, em sua 34ª edição, mais uma vez esquiva-se de acomodar-se em uma zona de conforto que sua longevidade permitiria promover. Longe disto, a nossa proposta dispara desafios que, para começar, fazem girar os mecanismos da reflexão e criação artística, para desembocar nas perspectivas e rupturas do momento que vivemos. Ou seria o contrário?”, provoca a secretária municipal da Cultura, Teresa Telarolli.

Sábado (18) – A abertura oficial da SLAMC será no sábado (18) no Palacete das Rosas, às 19h30, seguida pela apresentação do espetáculo “Macacos”, com a Cia. do Sal, com retirada de ingressos gratuitos uma hora antes do início. O preconceito contra os povos pretos é abordado em cena a partir do relato de um homem-preto que busca respostas para o racismo que rodeia seu cotidiano e a história de sua comunidade. Clayton Nascimento é o ator, diretor e dramaturgo desta montagem com classificação etária de 14 anos.

Domingo (19) – No domingo (19), pela manhã, às 11 horas, no Auditório do CEU das Artes, será apresentado o espetáculo de Teatro para bebês “Scaratuja”, com direção de Marcelo Peroni, e indicado para bebês de 0 a 3 anos. Usando a linguagem não verbal, o grupo realiza a exploração do corpo e espaço e a relação estabelecida entre a criança e as imagens. É a partir de um emaranhado de linhas, traços, pontos e círculos, que se cria a ideia central do espetáculo. A retirada de ingressos gratuitos uma hora antes do início.

Depois, das 14 às 18h, no Palacete das Rosas, será realizada uma oficina de jogos e improvisação de atores e atrizes, a partir da “História do Teatro Marginal no Brasil”, com Clayton Nascimento. Serão 20 vagas e as inscrições digitais terão início na segunda-feira (13) pelo link: https://forms.gle/AzXCGu7hc4ArH1QK9 .

Segunda-feira (20) – Na segunda-feira (20), às 16h30, em frente ao Palacete das Rosas, acontece a performance “Constelação Morango” (selecionada via edital), com concepção e performance do artista visual Marcus Braga e interlocução e fotografia de Pedro Lorenzetti, também artista visual.

O primeiro Café de Investigação da SLAMC será na segunda (20), às 19 horas, no Palacete das Rosas: “Escrita Cidadã e a Função Social de Agentes Culturais no Brasil Contemporâneo”, com Daniele Sampaio. O encontro aborda os principais desafios enfrentados por agentes culturais para o acesso a fontes de financiamento, imprescindíveis para a consolidação de um percurso artístico consistente: a elaboração de projetos. O foco é: como agentes culturais podem empreender a escrita de modo sensível e atento ao projeto artístico e como essa escrita pode resultar em uma atuação cidadã, política e socialmente responsável.

Terça-feira (21) – O segundo Café de Investigação será na terça-feira (21), às 17 horas, também no Palacete das Rosas, com Lilly Baniwa e Cauã Borari. A artista apresenta uma perspectiva indígena sobre as práticas do teatro contemporâneo, traça um paralelo com a invasão dos territórios brasileiros pelos colonizadores e reflete sobre como essa prática de soterramento da cultura indígena sobrevive aos dias de hoje.

Ainda, na noite da terça, às 20 horas, o Sesc Araraquara recebe a “Mostra de Cenas Curtas – Encontros mais que Possíveis”, com as cenas “Banzo”, “Cartas para Adelaide” e “Rizoma” – trabalhos selecionados por meio de edital, com artistas de Araraquara. A retirada de ingressos deve ser realizada com uma de antecedência e é necessária a apresentação do comprovante de vacina e o uso obrigatório de máscara durante o evento.

Quarta-feira (22) – A programação da quarta-feira (22) é intensa: à tarde, às 16 horas, no Anfiteatro da Unesp, serão realizados: a performance “Herança e Ausência: Performance Atualizante”, com direção e concepção de Carlos Fonseca; e a mesa redonda “As Linguagens Radicais do Teatro no Brasil”, com mediação de Maria Lúcia Outeiro Fernandes e participação dos Professores Doutores: Flávio Rodrigo Penteado (Universidade de São Paulo), Gilberto Figueiredo Martins (UNESP-Assis) e Elizabete Sanches Rocha (UNESP-Franca).

A programação da quarta à noite começa às 19 horas no Teatro Wallace Leal Valentin Rodrigues com a performance selecionada por edital “Manifesta Transpofágica”, com Maré Trajano (retirada de ingresso com 30 minutos de antecedência), seguida pelo Café de Investigação com a cantora, atriz, diretora e colunista Marina Mathey, às 20 horas, no Palacete das Rosas.

Quinta-feira (23) – A performance “No Meu” é a atração da quinta-feira (23), às 19 horas, em frente ao Palacete das Rosas. Com direção da bailarina Sabrina Rocco, a performance reúne alunos da Oficina Cultural de Dança Contemporânea.

Na sequência, às 20 horas, ainda em frente ao Palacete, a Cia. Os Crespos apresenta o espetáculo “Numa Terra Estranha – Fragmento à Baldwin, Canção 1”. Em legítima defesa, três homens negros em praça pública, falam sobre seus afetos. A encenação aborda a homofobia e o direito à família e ao corpo e tem classificação etária de 16 anos.

Sexta-feira (24) – A mesa redonda “As Linguagens Radicais do Teatro no Brasil” será realizada na sexta-feira (), às 16 horas, no Anfiteatro “A” da Faculdade de Ciências e Letras, Câmpus UNESP Araraquara. Os convidados irão concentrar sua abordagem nos aspectos modernos trazidos pela dramaturgia de Lúcio Cardoso, Jorge Andrade e Nelson Rodrigues para o teatro brasileiro. Participam os Professores Doutores: Renata Junqueira (mediadora/ Unesp-Araraquara), Luiz Gonzaga Marchezan (UNESP-Araraquara) e Edimara Lisboa (UNESP-Araraquara), além da mestranda Carolina Ubal Salvático (UNESP-Araraquara).

Depois, às 19h30, no CEAR (Centro de Eventos de Araraquara e Região) será apresentada a Encruzilhada Futurista: “Estéticas Periféricas”, com direção de Vita Pereira. A atividade é resultado do trabalho de artistas independentes de Araraquara, promovendo e restabelecendo encontros a partir da moda, arte, performance, cultura do funk, afrofuturismo e cultura ballroom. A classificação etária é de 14 anos.

Sábado (25) – A programação da SLAMC se encerra na noite do sábado (25), com a apresentação do espetáculo “Buraquinhos ou O Vento é Inimigo do Picumã”, às 20 horas, no Sesc Araraquara, com direção de Naruna Costa. “Buraquinhos” apresenta um menino negro que vai à padaria e leva um “enquadro” de um policial. A partir daí o menino começa a correr e não para mais, o que o leva a uma maratona pelo mundo passando por países da América Latina e África. O espetáculo é uma denúncia ao genocídio da população jovem, negra e periférica com fortes tintas de realismo fantástico. A classificação etária é de 14 anos e a retirada de ingressos terá início com uma hora de antecedência. É necessária a apresentação do comprovante de vacina e é obrigatório o uso de máscara durante o evento.

Toda a programação é gratuita e as informações podem ser acompanhadas pelo site e redes sociais da Prefeitura de Araraquara e no Instagram  da SLAMC (@slamc_aqa).

PROGRAMAÇÃO

–   Sábado (18/06):

19h30: Abertura Oficial da 34ª Semana Luís Antonio Martinez Corrêa

20h: Espetáculo “Macacos”, com a Cia. do Sal

Local: Palacete das Rosas

Gratuito – retirada de ingresso com 01h de antecedência

–    Domingo (19/06)

11h: Espetáculo de Teatro para Bebês “Scaratuja”

Local: Auditório do CEU das Artes de Araraquara

Gratuito – retirada de ingresso com 01h de antecedência

14 às 18h: Oficina de jogos e improvisação de atores e atrizes, a partir da História do Teatro Marginal no Brasil, com Clayton Nascimento

Local: Palacete das Rosas

Número de vagas: 20 / Inscrições: De 13/06 a 17/06 através do preenchimento do formulário online: https://forms.gle/AzXCGu7hc4ArH1QK9

–    Segunda-feira (20/06)

16h30: Performance “Constelação Morango”

Local: em frente ao Palacete das Rosas

19h: Café de Investigação “Escrita Cidadã e a Função Social de Agentes Culturais no Brasil Contemporâneo”

Local: Palacete das Rosas

–  Terça-feira (21/06)

17h: Café de Investigação – “Hiipai iiminanai”, com Lilly Baniwa e Cauã Borari

Local: Palacete das Rosas

20h: Mostra de Cenas Curtas – Encontros mais que Possíveis

CENAS: “BANZO”, “Cartas para Adelaide”, e “Rizoma”

Local: Teatro do Sesc Araraquara

Gratuito com retirada de ingressos com 01h de antecedência. É necessária a apresentação do comprovante de vacina e obrigatório o uso de máscara durante o evento.

–    Quarta-feira (22/06)

16h: “Herança e Ausência: Performance Atualizante”

Local: Anfiteatro Unesp

16h: Mesa Redonda “As Linguagens Radicais do Teatro no Brasil”

Local: Anfiteatro “A” da Faculdade de Ciências e Letras, Câmpus de Araraquara, UNESP

19h: Performance “Manifesta Transpofágica”

Local: Teatro Wallace Leal Valentin Rodrigues

Gratuito – retirada de ingresso com 30min de antecedência

20h: Café de Investigação, com Marina Mathey

Local: Palacete das Rosas

–    Quinta-feira (23/06)

19h: Performance “No Meu”

Local: em frente ao Palacete das Rosas

20h: Espetáculo “Numa Terra Estranha – Fragmento à Baldwin, Canção 1”, com Cia. Os Crespos

Local: em frente ao Palacete das Rosas

–     Sexta-feira (24/06)

16h: Mesa Redonda “As Linguagens Radicais do Teatro no Brasil”

Local: Anfiteatro “A” da Faculdade de Ciências e Letras, Câmpus de Araraquara, UNESP

19h30: Encruzilhada Futurista: “Estéticas Periféricas”

Local: CEAR – Centro de Eventos de Araraquara e Região

–    Sábado (25/06):

20h: Espetáculo “Buraquinhos ou O Vento é Inimigo do Picumã “

Local: Teatro do Sesc Araraquara

Gratuito com retirada de ingressos com 01h de antecedência. É necessária a apresentação do comprovante de vacina e obrigatório o uso de máscara durante o evento.

Programação gratuita

ENDEREÇOS:

–   Anfiteatro “A” da Faculdade de Ciências e Letras – Câmpus de Araraquara UNESP: Rodovia Araraquara Jau, km 1 – Campos Ville

–  CEAR – Centro de Eventos de Araraquara e Região: Rua Ivo Antônio Magnani, 430 – Fonte Luminosa

–  Palacete das Rosas:  Rua São Bento, 794 – Centro

  • Teatro Sesc Araraquara: Rua Castro Alves, 1315 – Quitandinha

  • Teatro Wallace Leal Valentin Rodrigues: Avenida Espanha, 485 – Centro

SECRETARIA MUNICIPAL DE COMUNICAÇÃO
PREFEITURA DE ARARAQUARA

Deixe uma resposta