Secretarias municipais respondem sobre abandono de espaços públicos 

0
164

‘A população não aguenta mais ver a cidade largada e abandonada’, cobra vereador Rafael de Angeli (PSDB), que encaminhou documento à Prefeitura 

Após o primeiro secretário da Mesa Diretora da Câmara de Araraquara, vereador Rafael de Angeli (PSDB), encaminhar dois documentos à Prefeitura, requerendo informações sobre limpeza de praças e de áreas públicas e de lazer no município, as secretarias de Meio Ambiente e Sustentabilidade e de Obras e Serviços Públicos responderam ao parlamentar.

Segundo o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Carlos Porsani, e a coordenadora executiva de Áreas Verdes e Combate à Poluição, Luciana Fernandes, a pasta assumiu a gestão do contrato referente aos serviços de manutenção das áreas verdes do município, tais como praças, canteiros centrais, dispositivos viários, bosques e parques municipais, desde 1º de janeiro deste ano. “Anteriormente à referida data, a gestão estava com o Departamento Autônomo de Água e Esgotos (Daae). Sendo assim, para a execução dos serviços, trabalhamos com cronograma mensal”, informaram, encaminhando a planilha dos serviços executados no mês de janeiro de 2022, bem como dos que seriam realizados em fevereiro de 2022.

Os representantes da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade salientaram que a limpeza das áreas de lazer está sob o comando da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos, respondida pelo chefe da pasta, Sérgio Pelícolla.

O secretário também anexou ao documento de resposta os detalhes dos serviços, de acordo com informações prestadas pela Coordenadoria Executiva de Serviços Públicos, “com as quais estou ciente e de acordo”.

Já a coordenadora executiva de Serviços Públicos, Renata Bratfisch, explicou que as áreas do município que correspondem a áreas institucionais, terrenos e áreas verdes – não arborizadas (excluindo APP), serão roçadas ou gradeadas conforme cronograma a ser estipulado pelo programa Prefeitura nos Bairros.

“O programa encontra-se em fase de planejamento final: processo licitatório para contratação de empresa para execução de roçada mecanizada e capina concluído e contrato firmado entre Prefeitura e Centro de Ressocialização (mão de obra). A data para início das atividades relacionadas será divulgada, após autorização, em todos os meios de comunicação que o município dispõe”, completou a coordenadora.

“Araraquara precisa de mais agilidade nos serviços, pois a população não aguenta mais ver a cidade largada e abandonada. Precisamos de um planejamento mais proativo que faça mais do que ‘esperar passar a época de chuvas’ para voltar a cuidar dos espaços públicos”, diz Angeli, referindo-se às respostas dadas pelas pastas quando cobradas sobre capinação e limpeza de terrenos públicos por meio de demandas e indicações do próprio gabinete do vereador à Prefeitura.

Documentos 

No Requerimento nº 21, Angeli havia solicitado detalhes sobre a limpeza das áreas públicas, considerando o grande número de “áreas institucionais” e “áreas verdes”. “Elas estão com mato muito alto, contribuindo para a proliferação de insetos e bichos peçonhentos e causando transtornos à população”, alertava.

Já no Requerimento nº 22, o vereador pedia informações a respeito da limpeza das praças e áreas de lazer de Araraquara. “Nosso gabinete tem recebido muitas reclamações relacionadas ao mato alto, feitas por munícipes residentes nos mais diversos bairros da cidade”, afirmou.

O parlamentar ainda indagou se existia uma programação para a realização de limpeza nas praças e áreas de lazer do município, e pediu cópias dos cronogramas, constando datas e endereços dos locais. “Queremos e precisamos saber qual a programação e o planejamento de manutenção desses locais para cobrarmos reajustes de periodicidade, caso seja necessário”, completou.

(Comunicação Social – Câmara Municipal de Araraquara)

Deixe uma resposta