Secretarias apresentam informações sobre plano municipal para os idosos

0
251

Buscando mais detalhes sobre o Plano Municipal de Políticas Públicas para a Pessoa Idosa, o vereador João Clemente (PSDB) apresentou, no dia 29 de abril, o Requerimento nº 366/2021 à Prefeitura.
“A pessoa idosa é um eixo de sustentação da nossa sociedade, por isso queremos saber sobre a concretização e efetivação das diretrizes e resoluções instituídas pelo Plano”, argumentava o parlamentar no documento.
Em resposta, o coordenador executivo de Obras Públicas, Ernesto Vellosa, esclareceu que vêm sendo implementadas a manutenção das praças e calçadas, podas e academias para idosos, como a do Parque Infantil, recentemente remodelada e ampliada. “Há ainda que se considerar a implantação, recuperação e adequação de banheiros e vestiários do Parque Infantil e das áreas de lazer do Selmi Dei, do Jardim Silvestre e do Jardim Victório De Santi e a reforma da praça ‘Engenheiro Alexandre Eberle Lupo’, no Jardim Martinez, além das áreas de lazer do Jardim Tamoio, do Jardim Nova Época e do Jardim Florença”, informa no documento, acrescentando: “Encontra-se em fase de orçamento a reforma e adequação do Pavilhão ‘Dr. Weenis Dias Macieira’, no Cear, para atividades dos idosos, e em fase de projeto o Centro de Referência do Idoso, a ser implantado no Quitandinha, no antigo Cepar.”

ESPORTE E LAZER

De acordo com a secretária municipal de Esportes e Lazer, Milena Pavanelli, quanto ao aproveitamento das praças para realização de exercícios físicos, a Secretaria oferece o projeto Saúde na Praça, que visa oferecer exercícios físicos com a supervisão de profissionais qualificados. O objetivo é o de melhorar a aptidão física, a capacidade funcional, além de prevenir e tratar as doenças crônicas não transmissíveis da população de Araraquara, principalmente para a terceira idade e para aqueles que não têm acesso a profissionais de educação física, academias ou outros locais com supervisão adequada para a prática de exercícios físicos. Outra meta é estimular o aumento da prática de atividade física diária dos participantes do projeto.
“Quanto à implantação de academias ao ar livre, a Secretaria vem investindo na implantação desses equipamentos, contendo instruções de uso e cabendo também aos professores do projeto Saúde na Praça, que atuam em locais que possuem as academias, fornecer informações sobre a execução correta dos exercícios e uso correto dos equipamentos. No entanto, quanto à disponibilização de educadores físicos exclusivos para o atendimento da população nessas academias, a Secretaria não conta com quadro de funcionários suficientes para tal ação. A manutenção dos equipamentos é realizada pela Secretaria de Obras e Serviços quando necessário”, detalha Milena.

Deixe uma resposta