Secretaria da Saúde apresenta números do 3º quadrimestre de 2023

0
71

Audiência Pública realizada na Câmara divulgou dados de atendimentos e procedimentos realizados pelo Município no período

A Secretaria Municipal da Saúde realizou no Plenário da Câmara sua prestação de contas para o 3º quadrimestre de 2023, em Audiência Pública realizada na tarde da quinta-feira (29), conforme previsto pela Lei de Responsabilidade Fiscal e que teve transmissão ao vivo pela TV Câmara, YouTube e Facebook.

Os trabalhos foram conduzidos pelo vereador Gerson da Farmácia (MDB), presidente da Comissão de Saúde, Educação e Desenvolvimento Social, contando também com a participação dos vereadores Paulo Landim (PT), presidente do Legislativo, Alcindo Sabino (PT) e das vereadoras Fabi Virgílio (PT) e Filipa Brunelli (PT).

Eliana Honain, titular da pasta, iniciou sua apresentação homenageando o médico Leonardo Alberto Cunha, agradecendo e relembrando a dedicação ao trabalho realizado durante décadas na cidade pelo ginecologista e obstetra que faleceu no dia anterior.

Entre os dados disponibilizados durante o evento, o que chamou a atenção foi que os atendimentos e procedimentos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Valle Verde superaram pela primeira vez os da UPA Central, mesmo não oferecendo todos os serviços de especialidades médicas do local.

A secretária também destacou a redução no diagnóstico dos casos de sífilis, que caiu de 33 no período anterior para 25 no último quadrimestre de 2023, conforme informações do Programa IST/HIV/AIDS do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA).

Em relação às atividades de combate à dengue, a Gerência de Controles de Vetores visitou 232.523 imóveis nos últimos quatro meses do ano, recolhendo 157.890 kg de materiais inservíveis em ações de vistoria, bloqueio e controle de vetores.

O Núcleo de Gestão Ambulatorial (NGA-3) foi responsável por 20.834 atendimentos e 21.057 procedimentos em 18 especialidades clínicas. No mesmo período, o Centro Especializado em Reabilitação (CER), fez 6.711 atendimentos.

A Santa Casa, segundo informações da Gerência de Auditoria Hospitalar, realizou 1.646 cirurgias, com o custo total de R$ 5.431.022,95, sendo que 1.055 foram em caráter de urgência e 591 eletivas.

Nas atividades de enfrentamento à Covid, no intervalo de setembro a dezembro foram aplicadas 9.682 doses de vacina, realizados 13.834 testes, diagnosticados 3.497 novos casos e registradas 15 mortes pela doença.

Programa Saúde Cidadã

Ao final das apresentações, a secretária destacou os números da 3ª fase do “Saúde Cidadã – Pós-Pandemia”, programa municipal de mutirão criado para agilizar a realização de cirurgias e exames pendentes para pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), em parceria com a Santa Casa de Araraquara e outros 11 prestadores.

O novo ciclo do programa foi iniciado em janeiro de 2024, após o recebimento de R$ 59.994.124 em recursos enviados pelo Ministério da Saúde. Até o dia 25 de fevereiro, foram realizadas 8.396 consultas, 28.916 exames e 3.736 cirurgias eletivas, diminuindo as necessidades do Município a menos da metade existente inicialmente, ao custo de R$ 37.374.431,03.

Eliana encerrou comentando que, em breve, serão feitos novos mutirões que atenderão as áreas de psicologia, fonoaudiologia, terapia ocupacional e fisioterapia, que atualmente tem muitos pedidos em espera.

A audiência está disponível na íntegra no canal da TV Câmara no YouTube.

(Setor de Imprensa – Câmara Municipal de Araraquara)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.