Secretária aponta importância estratégica da Comunicação no enfrentamento da pandemia

0
149

Priscila Luiz foi a convidada desta terça-feira (30) do “Canal Direto com a Prefeitura – Especial Fim de Ano”

Nesta terça-feira (30), a secretária de Comunicação, Priscila Luiz, foi a convidada do “Canal Direto com a Prefeitura – Especial Fim de Ano”, programa oferecido pela Prefeitura de Araraquara, através da Secretaria de Comunicação, com o objetivo de sanar dúvidas dos moradores ao vivo em relação à gestão municipal. A entrevista foi transmitida pelo Facebook da Prefeitura, onde o vídeo se encontra disponível para visualização.
Priscila falou sobre a atuação de sua pasta durante o enfrentamento da Covid-19 em Araraquara e definiu o ano de 2021 como desafiador. “Nós tivemos a experiência em 2020 com a chegada da pandemia, fizemos várias adaptações no nosso trabalho e criamos os instrumentos para que pudéssemos dialogar com a cidade sobre o tema. Chegou 2021 e lá no começo do ano vimos toda aquela crise em Manaus com a chegada da nova cepa. Tínhamos a noção do que estava por vir e, quando chegou, tivemos que aprimorar e muito os instrumentos de comunicação”, revelou.
Ela falou também sobre a função da Secretaria de Comunicação, que atua no suporte a todas as outras secretarias, além de fundações, autarquias, controladoria, procuradorias e ouvidorias. Também é responsável por campanhas, registro em matérias, vídeos, cerimoniais em atividades, identidades visuais, entre outros serviços. Durante a pandemia, o mesmo suporte que é dado presencialmente foi realizado de forma online, em reuniões, atividades e lives. “Tivemos que rapidamente nos adequar ao mundo das lives, ao mundo mais digital possível porque as pessoas precisavam estar em casa, precisavam estar em distanciamento, e a Secretaria também conseguiu fazer esse suporte a todos, em meio a tudo o que estava acontecendo, visto que várias secretarias mantiveram suas atividades online”, pontuou.
Priscila citou o reconhecimento por parte de outra secretária municipal, Eliana Honain, titular da Saúde, que sempre em suas entrevistas aponta a comunicação como um das peças-chave para o sucesso de Araraquara no combate à pandemia. Ela sempre cita o tripé: parcerias da saúde com universidades e instituições, comunicação e rede de solidariedade. “Muita gente não sabe o papel da Secretaria de Comunicação. De verdade, a Secretaria de Comunicação foi de fato um dos pilares do combate, do enfrentamento à pandemia. A Eliana Honain sempre fala isso e é verdade porque tudo que era pensado, tudo que era organizado, tudo o que nós debatíamos no Comitê de Contingência do Coronavírus, que a Comunicação também faz parte, tudo isso, de alguma forma, tinha que ser passado à cidade”, comentou.

TRANSPARÊNCIA NA INFORMAÇÃO

Priscila ressalta que desde o início, o objetivo era transmitir a informação de forma mais transparente possível. “Os debates, todas as ações, as obras e tudo aquilo que era dialogado no comitê nós passávamos para a população. Um exemplo é o próprio Boletim Diário, que a Eliana Honain lê e todo mundo acompanha nas nossas redes sociais. Esse boletim é feito aqui na Secretaria de Comunicação desde 15 de março de 2020, todos os dias. As informações chegam para nós e nós organizamos. Tem também todos os decretos que foram estabelecidos e publicados nesse período. Tínhamos que passa-los para a cidade de uma forma mais objetiva”, declarou.
A entrevistada também reconheceu o apoio das redes sociais e da imprensa de Araraquara na divulgação das medidas estabelecidas nos períodos mais críticos da pandemia. “Tínhamos que falar sobre todas as atividades da sociedade, tudo o que estava acontecendo na situação epidemiológica, e tudo isso foi bastante desafiador para nós. Acredito que demos um salto em nossas redes sociais, nas nossas ações, buscando de fato tentar dialogar diretamente com a população, seja através das redes ou pelo trabalho dos jornalistas, já que a imprensa de Araraquara atuou muito firmemente no combate e no enfrentamento à pandemia. Tudo o que passávamos, eles repassavam e fizemos um conjunto de ações para que as informações chegassem às pessoas”, contou.
Ela conta que o fortalecimento da interação com o público de forma online já era algo definido como uma meta pela atual gestão municipal antes mesmo do coronavírus chegar à cidade. “Logo no início do mandato do governo Edinho, lá em 2017, já priorizamos o contato direto com a população por meio das redes sociais. Abrimos nosso Facebook, abrimos esse Canal Direto, onde os secretários conversam direto com a população. Abrimos o Conversa com o Prefeito, que é a mesma modalidade, onde as pessoas podem fazer diretamente duas perguntas ao prefeito. Abrimos Instagram, Whatsapp, Twitter, Youtube e todas as redes possíveis para podermos, de verdade, dialogar com a população, abrir as portas da Prefeitura e abrir a possibilidade das pessoas perguntarem direto para nós e nos pautarem”, justificou.

PRINCIPAL DESAFIO

Priscila revelou que a principal dificuldade no período mais intenso de disseminação do vírus na cidade foi desenvolver a reorganização de sua equipe. “Assim como ocorreu com vários servidores, algumas pessoas tiveram que ser deslocadas para trabalho remoto, enquanto outras precisaram vir para o front, porque precisávamos falar e mostrar para as pessoas o que estava acontecendo. O momento mais difícil foi no final de janeiro, começo de fevereiro, com a confirmação da presença da P1”.
A secretária revela que o momento exigiu um aprendizado na prática. “É claro que todo mundo aqui é humano, ninguém é máquina. Então também tínhamos medo, tínhamos receio, estávamos cheios de dúvidas, afinal era um vírus novo, uma pandemia, uma coisa que também tivemos que aprender a lidar e a se comunicar. Eu, como profissional da comunicação, nesse momento foi quando eu chamei a equipe e falei que agora teríamos que mostrar o que é a comunicação pública. Ela foi importante para mostrar à sociedade o que estava acontecendo e como deveríamos agir, quais eram os trabalhos de prevenção, quais eram os trabalhos que a Prefeitura estava fazendo, que tipo de obras estavam sendo realizadas, se estávamos ampliando leitos, quais eram os decretos em vigência, o cronograma de vacinação, os polos de atendimentos e testagens, enfim”, disse destacando o uso de matérias, vídeos, cards, campanhas, dentre outros instrumentos.

FAKENEWS

A entrevistada também revelou que a sua secretaria sempre teve problemas relacionados às fakenews. “Sempre que chega aqui, nós buscamos desmentir o mais rápido possível e divulgar a verdade o mais rápido possível. E lá no começo da pandemia era incrível, pois chegávamos aqui com muitas pautas para falar com a população e tínhamos que parar tudo para responder cerca de quatro ou cinco fakenews por dia. Para ser muito sincera, isso é desgastante porque toma uma proporção muito grande nas redes sociais. Na época, quando começou a pandemia, em março de 2020, abrimos um canal parecido com esse (Canal Direto com a Prefeitura), só com os profissionais da Saúde, todos os dias às 15h30, exatamente por causa disso”, recordou.
Priscila destacou que o esclarecimento das informações era essencial naquele período. “Eram tantas fakenews que chegavam, tantas informações que as pessoas tinham dúvidas. Tínhamos também esse papel de desmentir, tínhamos esse papel de abrir espaço para as pessoas perguntarem o que elas tinham dúvida, para a secretária ou para algum profissional de saúde. Então, naquele momento, foram fundamentais o Canal Direto e as redes sociais para que os profissionais de saúde dialogassem diretamente com o público”, analisou.

MOMENTO ATUAL DA SECRETARIA

Com a queda de casos de pessoas contaminadas pelo coronavírus em Araraquara, a cidade começa a retomar as atividades presenciais que eram restringidas até então. Priscila menciona que a Secretaria de Comunicação segue o mesmo ritmo, voltando a organizar eventos, sempre com todos os cuidados de prevenção. “Todos os profissionais da Secretaria de Comunicação estão vacinados e estamos todos trabalhando nas coberturas e entregas de obras, já que muitas obras continuaram e agora precisam ser entregues, além de campanhas e atividades de outras secretarias. Tudo isso ficou um pouco represado porque, óbvio, o foco era mesmo a Saúde e o combate à pandemia. Então agora estamos correndo atrás disso e mais uma vez a Secretaria de Comunicação tem participação importante para que possamos passar o que está acontecendo na Prefeitura para a cidade, convidar as pessoas a participarem e estarem presentes. Hoje estamos novamente reorganizando nosso dia a dia para dar conta dessas demandas”, contou Priscila.

METAS PARA 2022

Priscila falou também sobre os objetivos da Comunicação para o próximo ano. “Para 2022, eu acho que é o desejo de todo mundo, que possamos falar que a pandemia, se não passou, que dê pelo menos uma bela trégua porque em 2020 e 2021 foi bem complicado. Em 2022 pretendemos dialogar ainda mais, tentar abrir novos espaços e novas possibilidades, com os nossos canais de comunicação sempre se atualizando e se modernizando, nessa mesma perspectiva de buscar as pessoas e de tentar fazer com que elas participem, de deixá-las atualizadas e ao mesmo tempo deixá-las à vontade para falar conosco”, considerou.
Outra meta para 2022 é transformar em realidade um projeto de modernização para o portal da Prefeitura. “O nosso portal já teve um ganho desde que assumimos de 2017 para cá. Ele ficou mais moderno, mais atualizado e com mais conteúdo, mais informações. Mas vejo que dá para fazermos ainda mais, então estamos dialogando sobre isso, principalmente sobre o Portal da Transparência e outras coisas que as pessoas nos questionam. Queremos colocar isso em prática, além de outros projetos que visem a participação, transparência e o contato direto”, concluiu a secretária.

A SÉRIE

No “Canal Direto com a Prefeitura – Especial Fim de Ano”, os secretários e presidentes de fundações e autarquia do governo falam, ao vivo, sobre as principais ações desenvolvidas por suas pastas durante a pandemia da Covid-19 em 2021, além de apresentar um panorama atual de suas atuações e comentar sobre as perspectivas para o próximo ano.
Os programas são diários, têm a duração aproximada de 20 minutos e são abertos para a participação dos internautas, que podem mandar suas perguntas e dúvidas pelo Facebook (www.facebook.com/prefeituraararaquara), nos posts da transmissão ao vivo. Quem não puder interagir em tempo real, terá a oportunidade de assistir ao programa posteriormente, na fanpage da Prefeitura.
Os próximos entrevistados serão o vice-prefeito e secretário do Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Turismo, Damiano Neto (quarta, 1º de dezembro); a secretária de Governo, Planejamento e Finanças, Juliana Agatte (quinta, 2); e o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Carlos Porsani (sexta, 3).

(Secretaria de Comunicação – Prefeitura de Araraquara)

Deixe uma resposta