Saúde ocular negligenciada na pandemia pode causar danos à visão

0
103
Foto: Internet - Dra. Maria Beatriz Guerios

Pesquisa do Reino Unido aponta que um terço dos adultos entrevistados relatou piora na visão desde o início da pandemia.

O adiamento de consultas, cirurgias e tratamentos de saúde foi um comportamento comum e até esperado desde 2020, quando foi decretada a pandemia do novo coronavírus.
Entretanto, esse descuido com a saúde pode ter consequências importantes. Dessa maneira, é importante retomar os cuidados com a saúde assim que possível.
Em relação à saúde ocular, uma pesquisa realizada no Reino Unido mostrou que 1 em cada 5 pessoas deixou de visitar o oftalmologista no último ano. No Brasil, a pesquisa “Coronavírus e seu Impacto no Brasil”, realizada pela Demanda Pesquisa e Desenvolvimento de Marketing, apontou que 4 em cada 10 brasileiros precisaram de cuidados médicos em geral, mas não o fizeram por medo de contágio.

PERDA DA VISÃO

Segundo a oftalmologista Dra. Maria Beatriz Guerios, especialista em glaucoma, pessoas com mais de 40 devem fazer um check up oftalmológico anualmente.
“O glaucoma é uma doença grave. Quando não tratado de forma precoce, pode levar à perda irreversível da visão. Um dos aspectos que atrasam o diagnóstico é que se trata de uma condição silenciosa. A pessoa só procura o médico quando já perdeu parte da visão”.
A catarata é outra condição comum em pessoas com 40 anos ou mais. Embora a perda da visão seja reversível, pode interferir bastante nas atividades diárias, como dirigir, trabalhar e ler, por exemplo.

VISÃO BORRADA

Alguns sintomas oculares se tornaram mais prevalentes no último ano devido ao aumento do tempo gasto em celulares, computadores e tablets.
“Temos recebido muitos pacientes com sintomas da síndrome da visão do computador. Entre eles estão sensação de secura ocular, lacrimejamento, vermelhidão, visão borrada e dor de cabeça”, relata Dra. Beatriz.
A médica ressalta que esses sintomas costumam ficar mais evidentes no final do dia, quando a pessoa já dispensou bastante tempo nas telas.
O tempo prolongado em frente às telas tem sido apontado como o responsável pelo aumento dos casos de miopia, principalmente entre as crianças e adolescentes, público que também precisa de um check oftalmológico periódico.

PROCURE SEU OFTALMOLOGISTA

Estamos no último mês do ano e próximos das férias. Nessa época, as pessoas não costumam pensar muito em cuidar da saúde e acabam adiando para fevereiro ou março.
“Contudo, vivemos um momento diferente de outros anos, pois esse adiamento tem se prolongado demasiadamente. Por isso, é importante não deixar a saúde de lado, principalmente a oftalmológica”, finaliza Dra. Maria Beatriz. (Leda Sangiorgio – Assessoria de Imprensa – [email protected])

 

Deixe uma resposta