Saúde Cidadã está de volta com mais de 10 mil procedimentos previstos em dois meses

0
94

Anúncio foi feito pela secretária da Saúde em evento na terça-feira (14)

Com mais de 2 anos de cirurgias represadas, a Secretaria Municipal da Saúde anunciou, na tarde da terça-feira (14), a volta do Saúde Cidadã. O programa deverá atender a mais de 10 mil procedimentos ao longo de dois meses, conforme detalhou a secretária Eliana Honain.
“Estamos relançando um programa extremamente importante. Nosso desafio é dar conta de toda a demanda reprimida, e a Santa Casa se colocou à disposição para articular todas essas necessidades, tanto que temos pacientes que já realizaram suas cirurgias”, afirmou Eliana.
A secretária detalhou a grande demanda para próteses e relatou que foram identificadas áreas com maior dificuldade para definição do número de cirurgias por mês. “Nossas maiores filas nos exames são para ultrassom e ecocardiograma, que dependem do médico, não só da máquina, e ressonâncias.”
Representando o Conselho Municipal de Saúde, Rosana Nasser entende que a cidade já sai na frente no pós-pandemia. “A população de Araraquara agradece, pois esse programa de cirurgias eletivas é uma coisa pela qual o Conselho vem lutando há tempos, mesmo durante a pandemia. Os pacientes sofrem muito esperando, e isso vem ao encontro dos anseios da população.”
O diretor técnico da Santa Casa de Araraquara, André Nogueira, prevê muito trabalho pela frente. “Nosso compromisso é de ser parceiro da Secretaria da Saúde nessa questão das cirurgias eletivas. Sabemos a grande dificuldade que será, mas cumpriremos as cirurgias eletivas conforme a nossa capacidade.”
Representando a Câmara Municipal, o vereador Paulo Landim (PT) afirmou que a parceria entre Secretaria da Saúde e Santa Casa é muito importante. “Estou muito contente hoje, pois acho que isso é um começo, mas temos que ter paciência. O vereador cobra, mas somos parceiros e vamos atrás de emendas.”
A Secretaria da Saúde entrará em contato com os pacientes para realizar os agendamentos, priorizando os casos mais urgentes.
Participaram do evento os vereadores Aluisio Boi (MDB) – presidente da Casa de Leis, Lucas Grecco (PSL) – 2º secretário da Mesa Diretora, Edson Hel (Cidadania), Emanoel Sponton (Progressistas), Gerson da Farmácia (MDB), Guilherme Bianco (PCdoB); as secretárias municipais de Assistência e Desenvolvimento Social, Jacqueline Barbosa, e de Direitos Humanos e Participação Popular, Amanda Vizoná; o provedor da Santa Casa de Araraquara, Marco Antônio Brandão; as coordenadoras de Políticas Étnico-Raciais, Alessandra Laurindo, e de Atenção Básica, Talitha Martins; e a diretora executiva da Fungota, Lúcia Ortiz.

O PROGRAMA

O “Saúde Cidadã – Pós Pandemia” é uma nova edição do programa de mutirão para agilizar a realização de cirurgias e exames represados em parceria com a Santa Casa. Criado em 2017 para suprir a demanda por exames e cirurgias eletivas na rede municipal de saúde, o Saúde Cidadã realizou mais 20 mil procedimentos no seu primeiro ano. Nesta nova e primeira fase, quase 10 mil procedimentos serão realizados.
O investimento conta com recursos próprios da Prefeitura e também com emendas parlamentares da deputada estadual Márcia Lia (PT) e dos deputados federais Nilton Tatto (PT), Alexandre Padilha (PT), Carlos Zarattini (PT), Arnaldo Jardim (Cidadania), Rui Falcão (PT) e Paulo Teixeira (PT). (Comunicação Social – Câmara Municipal de Araraquara)

Deixe uma resposta