Sábado (24): Praça Pedro de Toledo é o “Ponto de Encontro” do encerramento da SLAMC

0
426

Programação também apresenta a ação formativa “A Hystórya Embayxo das Unhas”, com Juão Nyn (RN/SP)

Depois de uma semana de atividades, a 35ª Semana Luís Antonio Martinez Corrêa se encerra neste sábado, 24 de junho, com programação na Praça Pedro de Toledo, além da ação formativa “A Hystórya Embayxo das Unhas”, com Juão Nyn (RN/SP) no Palacete das Rosas.

A ação formativa “A Hystórya Embayxo das Unhas”, com Juão Nyn (RN/SP), será realizada às 9 horas, no Palacete das Rosas Paulo A.C. Silva, com classificação etária livre e sem necessidade de inscrição.

Depois, a partir das 15 horas, a Praça Pedro de Toledo torna-se o “Ponto de Encontro” da SLAMC com a Feira “Quem Garimpa Acha”, a apresentação das DJs Cecitunes e Amala e também do espetáculo “Azar do Valdemar”, com Cia. dos Inventivos (São Paulo/SP), às 18 horas. A programação na praça segue até às 20 horas.

A Semana Luís Antonio Martinez Corrêa é uma realização da Secretaria Municipal de Cultura e Fundart e tem o apoio: da Unesp Araraquara, do PROEC – Pró Reitoria de Extensão Universitária e Cultura, da FCLAr – Faculdade de Ciências e Letras, do CAC – Centro Ação Cultural, do Programa de Pós Graduação em Estudos Literários, do Senac Araraquara e do Sesc Araraquara.

Mais informações sobre a programação da SLAMC podem ser acompanhadas no site e redes sociais da Prefeitura de Araraquara, e nas redes sociais da Semana Luís Antonio (https://www.instagram.com/slamc_aqa/). Toda a programação é gratuita.

SLAMC – PROGRAMAÇÃO DE SÁBADO (24)

–  Ação formativa “A Hystórya Embayxo das Unhas”, com Juão Nyn (RN/SP)

Horário: 09 horas

Local: Palacete das Rosas Paulo A.C. Silva (Rua São Bento, 794 – Centro)

O questionamento acerca do teatro como conhecemos, que começou no Brasil com a chegada das caravelas e do cristianismo, e quais manifestações já existentes em territórios indígenas continham a tal da teatralidade, é o ponto de partida dessa oficina coordenada por Juão Nyn.

Na experiência, participantes terão contato com o Toré, os Toantes, os Mbora’is e diversas outras manifestações feitas em roda, que mesclam canto, rito e representação, a fim de conhecer um pouco como pessoas indígenas utilizam o chamamos de teatro como ferramenta para manutenção das próprias culturas.

Classificação etária: livre

Duração: 180 minutos

–    Ponto de Encontro – Feira “Quem Garimpa Acha”, com DJs Cecitunes e Amala

Horário: das 15h às 20 horas

Local: Praça Pedro de Toledo (Rua Carlos Gomes – Centro)

O coletivo Quem Garimpa Acha, é um coletivo que por meio de feiras de economia criativa visa fomentar o consumo de moda de segunda mão, tornando mais longa a vida útil das roupas e assim diminuindo o impacto ambiental que a produção de novas peças causa.

Além de uma forma mais sustentável de consumir moda, o coletivo também agrega artesãos e prestadores de serviços a fim de gerar trabalho e renda contribuindo com a economia local.

Vale ressaltar que são mais de 70 expositores a cada edição, incluindo curadoria de brechós, artesanatos, prestação de serviços e gastronomia.

Destaque apara a participação das DJs: Cecitunes e Amala.

Espetáculo: “Azar do Valdemar”, com Cia. dos Inventivos (São Paulo/SP)

Horário: 18 horas

Local: Praça Pedro de Toledo (Rua Carlos Gomes – Centro)

Uma trupe de artistas mambembes conta a história do desaparecimento de Valdemar e, com o público, tenta recriar a sua trajetória.

“Azar do Valdemar” encerra a Trilogia dos Inventivos, livremente inspirada no romance “Viva o Povo Brasileiro” de João Ubaldo Ribeiro. Em “Azar do Valdemar”, a Cia. dos Inventivos, a partir de uma informação sobre os sequestrados pelo estado policial que vigora em nosso país, atua simbolicamente sobre o corpo social fragmentado pela violência.

Com esse espetáculo, que bebe no formato do Teatro de Variedades, busca uma experiência de retomada dos vínculos humanos que possam nos garantir outra via de convívio que não à da hostilidade e indiferença, já que “todos somos Valdemares”.

Ficha técnica:

Atores-criadores: Aysha Nascimento, Flávio Rodrigues e Marcos di Ferreira Músico-criador: Adilson Fernandes

Concepção: Cia dos Inventivos

Direção: Edgar Castro

Assistente de direção: Daniela Rosa

Dramaturgista: Jé Oliveira

Orientação da pesquisa: Alexandre Mate

Direção Musical e Música Original: Rodrigo Mercadante

Preparação corporal e Direção de Movimento: Verônica Santos

Preparação vocal: Raniere Guerra

Preparação dos atores: Antônio Salvador

Treinamento Palhaço: Esio Magalhães

Cenário e Luz: Wagner Antônio

Assistente de Cenário e Luz: Van Caires

Desenho de som: Miguel Caldas

Brincante Figurinista e Aderecista: Cleydson Catarina

Assistente de Figurinos e Adereços: Marcos Emanoel

Maquiagem: Guto Togniazzolo

Costureira: Euda Alves de Araújo

Artista gráfico: Murilo Thaveira

Fotos: Bob Sousa e Christiane Forcinito

Produção: Ana Flávia Rodrigues

Realização: Cia dos Inventivos e Programa Municipal de Fomento ao Teatro

para a Cidade de São Paulo – XXII edição

Classificação Etária: Livre

Duração: 70 min

Programação gratuita

SECRETARIA MUNICIPAL DE COMUNICAÇÃO
PREFEITURA DE ARARAQUARA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.