Reunião discute protocolos para retorno das aulas presenciais no IFSP Araraquara

0
108

Vereador Guilherme Bianco (PCdoB) intermediou encontro entre diretor da instituição e autoridades municipais

Com 114 servidores e aproximadamente mil estudantes, o campus de Araraquara do Instituto Federal de São Paulo (IFSP) se prepara para a retomada das atividades presenciais. Para isso, o vereador Guilherme Bianco (PCdoB) organizou uma reunião, no local, na manhã de quinta-feira (21), com o diretor da instituição e representantes da Saúde e da Educação municipais para discussão de protocolos sanitários em busca de um retorno seguro.
De acordo com o diretor geral do campus de Araraquara, Fábio José Justo dos Santos, a previsão é que algumas atividades administrativas e de apoio aos estudantes sejam retomadas já em novembro, seguindo orientações de cada colegiado. Para 2022, a expectativa é de retorno total das aulas presenciais. “Diante deste cenário, o que buscamos, com este encontro, é orientação para que servidores e alunos se sintam seguros”, explicou Santos.
Para Bianco, a reunião, com quem chamou de “profissionais que representam o modelo de combate à pandemia que deu certo no Brasil”, pode tornar o campus de Araraquara um modelo de retorno para todos os campi do IFSP. “A ideia é conseguir tranquilizar a comunidade acadêmica que dá para voltar da forma mais segura possível. Como você justifica a sociedade ter voltado e nenhuma universidade pública do Brasil ter retomado as atividades presenciais? Isso tem gerado uma perda educacional e acadêmica muito acentuada”, pontuou Bianco.
Na ocasião, o grupo percorreu as instalações trocando informações sobre protocolos de biossegurança em cada área, que incluem uso correto de uso de máscaras, distanciamento, ventilação dos espaços, disponibilização de álcool 70% e adoção de questionário diário para inquérito dos sintomas, isolamento dos suspeitos e monitoramento dos casos confirmados.
Também participaram da reunião a gerente de Proteção às Ações Covid-19 na Educação Infantil, Silvia Theodoro; a gerente de combate à Covid-19, Rowaylly Alexandrino; a gerente da Vigilância Sanitária, Silvia Adalberto; a gerente de Monitoramento e Acompanhamento dos Casos Positivados de Covid-19, Ana Lúcia de Oliveira e a enfermeira responsável pelas equipes de testagem nos estabelecimentos comerciais, Mileidy Atelli.

MOÇÃO DE APOIO
Para o vereador Guilherme Bianco (PCdoB), o Instituto Federal é um patrimônio de Araraquara, que deve ser preservado. Em maio, o parlamentar protocolou o Requerimento nº 433/2021, uma moção de apoio e solidariedade a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e ao Instituto Federal São Paulo – Campus Araraquara, em detrimento ao corte de R$ 1 bilhão e o bloqueio de verbas das universidades federais.
“No Instituto Federal São Paulo – IFSP Araraquara, o corte chega 25% dos recursos do campus, o que significa R$ 400 mil, se equiparando ao orçamento de 2012”, informa o vereador no documento. “O IFSP oferece um ensino médio diferenciado, com um dos melhores Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) da cidade e com menor nível de renda dos alunos. A gente conseguiu inverter a lógica, oferecendo educação pública de qualidade no ensino médio, técnico e também no ensino superior e na pós- graduação”, complementa. (Comunicação Social- Câmara Municipal de Araraquara)

Deixe uma resposta