Região do Selmi Dei prioriza a educação em plenária do Orçamento Participativo

0
182
Tema foi eleito de forma unânime por 220 pessoas que marcaram presença na plenária desta segunda-feira (13)

O CER Judith de Barros Bartelli, no Selmi Dei, recebeu na noite desta segunda-feira (13) a plenária da Sub-Região 2 da Região 3 do Orçamento Participativo, que elegeu como tema prioritário a educação. O tema foi eleito de forma unânime por 220 pessoas que marcaram presença na plenária. A região envolve os bairros Jardim Roberto Selmi Dei 2, 3, 4, 5 e 6, Jardim Adalberto Roxo 1 e 2, Jardim Boa Vista 2 e Residencial Vista do Horto.

O Orçamento Participativo, programa que permite à população escolher os investimentos a serem feitos pela Prefeitura, tem outras duas plenárias sub-regionais marcadas para esta semana.

Nesta quarta-feira (15), às 19h, a plenária da Sub-Região 1 da Região 4 (Jardim Universal, Jardim Bandeirante, Jardim das Flores, Jardim dos Manacás, Jardim São Gabriel, Loteamento Ravena, Parque Álamo, Parque Atacama, Parque das Laranjeiras, Portal das Laranjeiras, Recreio Campestre Idanorma, Residencial Cociza, Residencial Salto Grande, Chácara Santa Gertrudes, Condomínio Reserva dos Oitis e Distrito Industrial 4) terá como sede a EMEF Olga Ferreira Campos (Av. Rômulo Lupo, 775, Jardim Universal).

Nesta quinta-feira (16), às 19h, o CER Eduardo Borges Coelho (R. Dr. Aldo Cariani, 245, Jardim Morumbi) receberá a plenária da Sub-Região 2 da Região 4 (Jardim Morumbi, Jardim São Paulo, Loteamento Dona Elisa, Parque Apolo, Parque do Carmo, Residencial Amabile, Residencial Alexandre Bertoni, Residencial Guarapari, Residencial Santa Mônica, Solidariedade, Vila DER, Vila Nossa Senhora do Carmo, Vila Santana, Village Alego e Chácara Califórnia).

A fase sub-regional do programa aponta quais são os temas prioritários em cada divisão dentro das regiões do OP (Saúde, Educação, Esportes, Cultura, Obras, por exemplo). A votação das obras e dos investimentos específicos a serem executados ocorre nas fases regional e temática.

O OP 2023 conta com 27 reuniões na fase sub-regional. Depois estão marcadas 11 plenárias regionais e paralelamente acontecem sete plenárias temáticas (Mulheres, População Negra, Pessoa com Deficiência, Juventude, Idosos, LGBTQIA+ e Plenária da Cidade). A última plenária está prevista para 6 de julho. A programação completa é divulgada no site da Prefeitura, em www.araraquara.sp.gov.br.

 
Marcaram presença na plenária desta segunda o presidente da Câmara Municipal, Paulo Landim (PT) e o vereador Alcindo Sabino (PT), além de secretários, coordenadores e gestores municipais.

Orçamento Participativo

O Orçamento Participativo foi uma experiência iniciada de 2001 a 2008, na primeira passagem de Edinho como prefeito, e retomada em 2017. Por causa da pandemia e da impossibilidade de realização das plenárias, o programa não elegeu novas obras em 2020 e 2021. No ano passado, o OP voltou a ser realizado.

Em ação desde 2017, o Orçamento Participativo tem 55 obras eleitas até 2019, com 27 obras entregues, além de 17 obras eleitas em 2022, que entraram no orçamento de 2023. São R$ 43 milhões investidos nas obras e nos programas já concluídos. Considerando as obras sendo executadas e as que serão iniciadas, o investimento por meio do OP chega a R$ 100 milhões.

SECRETARIA MUNICIPAL DE COMUNICAÇÃO
PREFEITURA DE ARARAQUARA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.