Projeto de nova sede da Coordenadoria de Bem-Estar Animal

0
42
Foto: Celso Luís Gallo Arquiteta Maria Patrícia Ruivo apresenta o projeto ao Prefeito Edinho Silva e vice Damiano Neto.

Serviço continuará no Parque do Pinheirinho, mas em um espaço mais amplo e adequado para as políticas públicas da causa animal

Em reunião com o prefeito Edinho, na quarta-feira (28), a Secretaria de Desenvolvimento Urbano apresentou o projeto arquitetônico da nova sede da Coordenadoria de Bem-Estar Animal, que fica dentro do Parque do Pinheirinho.
O novo espaço terá sede administrativa, dois canis, dois gatis e um estábulo para cavalos, além de um ambulatório público para atendimentos de baixa complexidade. A construção representará mais um avanço em prol das políticas públicas da causa animal.
O projeto da nova sede é de responsabilidade da arquiteta Maria Patrícia Ruivo, que esteve na apresentação e pertence à equipe da Secretaria de Desenvolvimento Urbano. Com o projeto pronto, a próxima etapa é a fase de orçamentos para, posteriormente, a obra ser executada.
“Será uma sede ampla e adequada para desenvolver as políticas públicas necessárias para a proteção dos animais. Vamos trabalhar muito para colocar esse projeto em prática. É Araraquara se tornando referência estadual e nacional nas políticas de bem-estar animal”, afirma o prefeito Edinho.
A coordenadora de Bem-Estar Animal, Carolina de Mattos Galvão, também destaca a importância da nova sede. “É um projeto que contempla uma das diretrizes do governo, que é ampliação das políticas públicas voltadas à proteção animal, e inclui a implantação de um ambulatório de baixa complexidade. Araraquara está se tornando referência em bem-estar animal para todo o Brasil”, explica.

ATUAÇÃO

É de responsabilidade da Coordenadoria de Bem-Estar Animal o planejamento, a formulação, a coordenação, o acompanhamento, a execução e a supervisão da política de proteção aos animais no Município, como cadastramento, abrigo, controle, proteção e outras atividades relacionadas.
A coordenadoria fiscaliza denúncias de maus-tratos e agressões a animais; realiza apreensão de animais em vulnerabilidade e risco; notifica, multa e aplica penalidades disciplinadas em lei; e realiza tratamento dos animais resgatados, providenciando abrigo; entre outras atribuições.
É necessário destacar que os animais resgatados são os que estão no protocolo de recolhimento previsto na lei 827/12: fêmeas prenhes, fêmeas no cio, filhotes, idosos debilitados, animais atropelados ou gravemente feridos.
Para denúncias de maus-tratos e abandonos de animais, o telefone da Ouvidoria Animal é o (16) 3301-3130, com funcionamento de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 16h30. O serviço também funciona em esquema de plantão, para casos de emergência, das 16h30 às 7h30, inclusive 24 horas por dia aos finais de semana e feriados, por meio de ligações diretamente ao fiscal de plantão, no telefone (16) 99993-8232.
Casos de animais presos a correntes ou cordas, ou mantidos em locais pequenos, sujos ou sem espaço para locomoção, sem água ou comida e sem assistência veterinária, também são exemplos de maus-tratos e devem ser denunciados.
Para outras informações, o telefone da Coordenadoria de Bem-Estar Animal é o (16) 3339-4441 e o e-mail é [email protected] A coordenadoria também possui uma página no Facebook chamada “Bem-estar Animal Araraquara”: https://www.facebook.com/bemestaranimalararaquara. (Secretaria de Comunicação – Prefeitura de Araraquara)

Deixe uma resposta