Programa Municipal de Estímulo às Startups e ao Empreendedorismo Inovador tem 1ª reunião

0
164
Foto: Tetê Viviani

Encontro realizado na quinta-feira (16) teve o propósito de debater detalhes da iniciativa que deve ser lançada em março

Na manhã desta quinta-feira (16), a Sala de Reuniões da Prefeitura recebeu uma reunião para abordar os primeiros detalhes do Programa Municipal de Estímulo às Startups e ao Empreendedorismo Inovador, iniciativa criada pela Prefeitura de Araraquara que deve ser implantada em março de 2022.
A reunião foi presidida pelo vice-prefeito e secretário do Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Turismo, Damiano Neto e o projeto foi apresentado por Marina Ribeiro da Silva, coordenadora executiva de Justiça e Relações Institucionais.
O encontro contou também com a participação de Alexandre Kopanakis, coordenador executivo da Indústria, Comércio, Tecnologia e Turismo; Mônica Eliana Rodrigues, coordenadora executiva de TI; Renato Ribeiro, coordenador de Direitos Humanos; Matheus Soto, gerente de Modernização Institucional; Daniel Mattosinho, gerente de Assuntos Legislativos; Kelli Teruel, gerente da Coordenadoria de Indústria e Tecnologia; Ricardo Bonotto, coordenador da Incubadora de Empresas de Araraquara; Larissa Dias, gerente da Incubadora de Empresas de Araraquara; Guilherme Berghe Leite, gestor de projetos da Sala do Empreendedor de Araraquara; Roberval Aparecido Rodrigues Catholico, coordenador de Atividades Técnicas do Senai; Marília Cammarosano, representante da Fatec; Sidney José Lima Ribeiro, do Instituto de Química da Unesp; e Bruno Naddeo, diretor regional do Ciesp em Araraquara.
Damiano Neto avaliou de forma positiva a primeira reunião. “Todos se conheceram e tiveram esse primeiro contato. Acredito que essa união e essas cabeças pensantes vão trazer muitos frutos. Estamos com prazo, uma meta para cumprir, que é em março, mas pretendemos antecipar e para isso dependemos muito do tempo. Essa primeira reunião foi muito boa, as pessoas são todas muito qualificadas e experientes e com um pouquinho de cada uma nós iremos alcançar nosso objetivo rapidamente”, comentou.
O vice-prefeito também falou sobre a importância de se implantar um programa como esse na cidade. “É o primeiro programa, que foi uma solicitação do prefeito e a ideia de incentivar as startups foi praticamente dele. É um projeto pioneiro e já tem outras pessoas e cidades nos procurando, então estamos com essa responsabilidade e esse compromisso também. Acho que a cidade só tem a ganhar, porque daqui vão surgir várias startups e várias empresas”, concluiu Damiano.

O PROGRAMA

O Programa Municipal de Estímulo às Startups e ao Empreendedorismo Inovador tem o objetivo de fomentar e gerar conhecimento, inovação, tecnologia e negócios; estimular a criação de ambientes de inovação e estabelecer negócios inovadores; gerar desenvolvimento econômico e social em âmbito local e regional; valorizar a inovação, a diversidade e a sustentabilidade do município; valorizar a humanização, o conhecimento, o desenvolvimento e a preservação do meio ambiente; e atrair e reter talentos, visando a expansão da geração de conhecimento do município.
A execução do programa consiste na concessão de bolsas de fomento ao ambiente de negócios e ao incentivo ao empreendedorismo inovador. A gestão será da Secretaria Municipal do Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Turismo, por meio da Coordenadoria Executiva da Indústria, Comércio, Tecnologia e Turismo. O acompanhamento será do Comitê de Estímulo às Startups e ao Empreendedorismo Inovador e a manutenção será com recursos advindos do Fundo Municipal de Estímulo às Startups e ao Empreendedorismo Inovador (FUMESEI). A ideia é que novas empresas e instituições de educação participem do projeto.

PRÓXIMOS PASSOS

Após esse encontro, cada participante reunirá ideias e sugestões que serão apresentadas na próxima reunião, que está marcada para o dia 18 de janeiro, quando serão definidos detalhes para o desenvolvimento do regimento interno, que será aprovado pelo prefeito Edinho, e também a elaboração dos primeiros editais.
Outros pontos a serem estudados envolvem a obtenção de recursos para o FUMESEI e a definição da quantidade de bolsas e seus valores a serem oferecidos no ano de 2022. (Secretaria de Comunicação – Prefeitura de Araraquara)

Deixe uma resposta