Previdência Social

Manoel Brito do Nascimento (*)

Professores da rede oficial se aposentam pelo INSS

Professores da rede oficial de ensino dos Estados e Municípios que não possuem Regime Próprio de Previdência (RPP) são segurados da Previdência Social e as contribuições previdenciárias devem ser recolhidas pelos empregadores. Esses recolhimentos garantem aos professores o direito aos benefícios do INSS. De acordo com a legislação, o tempo mínimo de contribuição para a aposentadoria dos professores do ensino infantil, médio e fundamental é de 30 anos para homens e de 25 para as mulheres, desde que exerçam atividade em sala de aula, efetivamente.

Essa norma não se aplica aos professores universitários, os professores de cursos de idiomas, os de cursinhos pré-vestibulares e nem os demais empregados de estabelecimentos de ensino infantil, fundamental e médio, como, por exemplo, administradores e funcionários de secretaria que devem ter 35 anos de contribuição, se homem, e 30, se for mulher, para requerer aposentadoria.

Caso o professor tenha dois vínculos empregatícios, sendo um regido pelo Regime Jurídico Único (RJU) e outro pelo Regime Geral de Previdência Social (RGPS), terá direito a duas aposentadorias desde que atendidas todas as exigências nos dois regimes. O exercício da atividade em mais de um estabelecimento de um mesmo regime só dará direito a uma aposentadoria. Nesse caso, as contribuições oriundas dos dois vínculos serão utilizadas para definir o valor do benefício, cuja soma dos dois salários não pode ultrapassar o teto de contribuição. (Fonte: MPS- Ministério Previdência Social. Colaboração da Contadez – assinaturas: 51 3451-8500)

(*) E-mail www.manoelbrito@contabilista-sp.com.br

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Plano de recapeamento avança no Jardim Universal

Seguem em andamento obras da unidade de saúde do Santana

95% dos aposentados desconhecem senha do aplicativo Meu INSS

O que acontece com as dívidas quando alguém morre?

Alimentação x Saúde Cerebral: entenda a relação

CATEGORIAS