Prêmio “Dra. Rita de Cássia”: inscrições também podem ser feitas de modo presencial

Indicações podem ser feitas via online até o dia 1º de julho por email ou diretamente na Casa SP Afro Brasil

A Prefeitura de Araraquara, por meio da Coordenadoria Executiva de Políticas Étnico-Raciais, que integra a Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular, comunica que as inscrições para o Prêmio “Doutora Rita de Cássia Corrêa Ferreira” também podem ser feitas de modo presencial, diretamente na Casa SP Afro Brasil “Oswaldo da Silva Bogé”, que fica na Avenida Paulo da Silveira Ferraz, 1195, Vila Xavier.

As inscrições, que podem ser feitas até às 18h do dia 1º de julho,  foram abertas nesta semana de modo online pelo email aepir@araraquara.sp.gov.br, que segue disponível para os interessados em mandar suas indicações.

O Prêmio “Doutora Rita de Cássia Corrêa Ferreira” homenageia anualmente dez mulheres negras (pretas, pardas, latino-americanas e caribenhas) que se destacaram profissionalmente ou prestaram relevantes serviços na área social, tendo como objetivo a valorização da mulher afrodescendente no contexto da cidadania.

Considerando que a definição das homenageadas é feita mediante a escolha pela maioria dos integrantes do Conselho Municipal de Combate à Discriminação e ao Racismo (Comcedir), a partir de indicações apresentadas por autoridades, entidades, conselhos municipais, organizações da sociedade civil e pela população em geral, que tenham compromisso na luta em defesa dos direitos das mulheres negras, a Coordenadoria de Políticas Étnico-Raciais de Araraquara solicita que os setores citados enviem a indicação, bem como o currículo de mulheres que se encaixem no perfil exigido. Também são solicitados o contato e uma foto da pessoa indicada.

A cerimônia de entrega da premiação será no dia 25 de julho, uma terça-feira, às 19h, na Casa SP Afro Brasil “Oswaldo da Silva Bogé”, que fica na Avenida Paulo da Silveira Ferraz, 1195, Vila Xavier.

Sobre a Doutora Rita de Cássia Corrêa Ferreira

A Dra. Rita de Cássia Corrêa Ferreira nasceu em Marília, em 24 de maio de 1965, mas foi em Araraquara que passou grande parte da vida, advogando e militando pelos direitos da mulher negra. Formou-se advogada em 1991, com carreira pautada pela defesa das minorias.

Rita de Cássia presidiu a Comissão da Igualdade Racial da OAB Araraquara, foi voluntária do SOS Racismo do Centro de Referência Afro, e integrante do Comcedir. Faleceu no dia 6 de junho de 2016, deixando um legado de combate ao racismo e à discriminação religiosa.

SECRETARIA MUNICIPAL DE COMUNICAÇÃO
PREFEITURA DE ARARAQUARA

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Avançam as obras de reforma e ampliação do CER do Selmi Dei I  

“Prefeitura nos Bairros”: confira o total atualizado de serviços realizados na edição 2024

Execução do plano de recapeamento que vai atender 40 bairros segue no Melhado

Agenda Cultural

Agenda Esportiva

CATEGORIAS