Prefeitura realiza curso para imigrantes e refugiados em Araraquara

0
327
Atividade será realizada gratuitamente neste sábado (17) na sede da Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular
 
Neste sábado (17), das 9h às 12h, a sede da Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular, que fica na Rua Voluntários da Pátria, 2438, Centro, receberá um curso voltado para imigrantes e refugiados que se encontram em Araraquara. Os temas a serem abordados são: regularização migratória, direito à assistência social, direito à segurança alimentar, direito à saúde, direito à educação, acesso à justiça, direito ao trabalho decente, e cultura e lazer.

A atividade, que terá sequência no dia 24, é promovida pela Prefeitura de Araraquara por meio da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Participação Popular, Secretaria da Educação e Escola de Governo, em uma parceria com a Unesp. A inscrição é gratuita e pode ser feita pelo link https://forms.gle/1Y4mAMNsJPB2m9bX9. Os telefones para contato são (16) 3327-7253 e (16) 99769-7548.

O objetivo do curso

A coordenadora de Direitos Humanos, Renata Fattah, explica que o curso tem o propósito de ser uma ação de acolhimento para a população imigrante e refugiada com a finalidade de explicar as políticas públicas existentes no município e em todo o país. “Muitos imigrantes chegam ao nosso município com informações escassas a respeito de serviços públicos e frequentemente enfrentam barreiras para acessar serviços como saúde, educação e assistência social, muitas vezes por conta da falta de informação e documentação, o que pode limitar suas oportunidades e a capacidade de se integrar na sociedade. O curso vem de encontro com o propósito de informar a população imigrante sobre os serviços existentes no município”, aponta.

Renata revela que a Coordenadoria de Direitos Humanos tem percebido um aumento significativo da população refugiada e imigrante na cidade. “As razões para o aumento do número de refugiados e imigrantes no Brasil são variadas e incluem conflitos armados, perseguição política, instabilidade econômica, mudanças climáticas e outras crises globais. Muitas pessoas refugiadas e imigrantes veem o Brasil como um país acolhedor e procuram se estabelecer aqui em busca de melhores oportunidades de vida”, comenta.

Ela destaca que a imigração é um fenômeno global e que os países têm a responsabilidade de fornecer proteção e assistência aos refugiados e imigrantes que chegam em seus territórios. “Dentro desta problemática, Araraquara também já é afetada pelo impacto da imigração nas suas políticas públicas. Destaca-se ainda que os imigrantes que chegam a Araraquara não só são atraídos pelas oportunidades de trabalho, mas também pela qualidade de vida oferecida pela cidade, que conta com uma boa infraestrutura, serviços públicos de qualidade e um ambiente acolhedor e amigável. Além disso, Araraquara é uma cidade multicultural e diversa, com uma rica cena cultural e uma comunidade vibrante de imigrantes que ajudam a enriquecer a vida da cidade”, acrescenta Renata.

A coordenadora valoriza a iniciativa de oferecer atenção a quem convive com essa situação. “É importante reconhecer que as pessoas imigrantes muitas vezes enfrentam desafios e obstáculos específicos em sua busca por proteção, trabalho e integração na sociedade. Nesse sentido, as políticas públicas e ações voltadas para a promoção e proteção dos direitos humanos das pessoas imigrantes são fundamentais para garantir que essas pessoas sejam tratadas com justiça e igualdade”, conclui Renata.

 
SECRETARIA MUNICIPAL DE COMUNICAÇÃO
PREFEITURA DE ARARAQUARA
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.