Prefeitura lança PMAIS 2022 e celebra 15 anos do Banco Municipal de Alimentos

0
92
Foto: Tetê Viviani
Nesta etapa do Programa Municipal de Agricultura de Interesse Social, quase 60 mil quilos de alimentos da agricultura familiar serão entregues a famílias em vulnerabilidade social

 

Uma solenidade nesta quarta-feira (27) marcou o aniversário de 15 anos de fundação do Banco Municipal de Alimentos e o lançamento da etapa de 2022 do PMAIS (Programa Municipal de Agricultura de Interesse Social), programa criado em 2019 pelo prefeito Edinho.

Nesta chamada do programa está prevista a aquisição de R$ 491.276 em alimentos, totalizando 59.240 quilos comprados de 21 agricultores familiares. Os hortifrútis adquiridos serão entregues ao Banco de Alimentos, que fará a distribuição semanal em cestas para 500 famílias em situação de vulnerabilidade social e insegurança alimentar atendidas pelos Cras (Centro de Referência da Assistência Social).

Fundado em 2007, na primeira gestão de Edinho, o Banco de Alimentos distribui mais de 200 toneladas/ano de alimentos para cerca de 50 entidades socioassistenciais e famílias em situação de vulnerabilidade social cadastradas nos Cras. Esse trabalho conta com a parceria de estabelecimentos comerciais que doam os alimentos, tendo como foco o combate ao desperdício.

Depois de selecionados, processados (doces e polpa de frutas) e embalados, estes alimentos beneficiam diretamente mais de 5.300 pessoas em risco social que recebem regularmente as doações, contribuindo para garantir a segurança alimentar e nutricional no município.

“A fome não é abstrata. É concreta. A fome humilha. As pessoas se sentem incompetentes por não conseguirem alimentar seus familiares. A segurança alimentar é um direito e tem que ser um programa ofertado todos os dias”, declarou Edinho, que também agradeceu às entidades e empresas parceiras da Prefeitura nesse trabalho.

“Fica mais fácil governar com a nossa cidade tendo a rede assistencial que tem. As entidades são grandes parceiras para uma sociedade mais justa. Espero que este Banco de Alimentos, no futuro, seja um museu de uma cidade que um dia sofreu com a fome e não sofre mais”, complementou o prefeito.

O vice-prefeito e secretário do Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Turismo, Damiano Neto, parabenizou toda a equipe do Banco de Alimentos e todos os secretários e coordenadores envolvidos na elaboração de mais uma etapa do programa PMAIS.

Jacqueline Barbosa, secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, falou sobre o aumento da insegurança alimentar em nível nacional, agravada pela pandemia. “É um dia de celebração para nós, mas que também deve levar a uma reflexão sobre o momento que a gente vive e qual nação a gente quer. A partir dos nossos programas, são 10 mil pessoas impactadas por mês em Araraquara. Não é possível que essa luta seja só nossa”, disse a secretária.

A coordenadora de Segurança Alimentar, Silvani Silva, parabenizou todos os envolvidos no programa e enalteceu o trabalho dos agricultores. “É uma rede que começa no campo. Os agricultores são nossos heróis”, disse Silvani, que ainda destacou que “Araraquara é resistência nas políticas sociais e no combate à fome”.

Enedina Andrade, coordenadora de Agricultura, também ressaltou o papel do PMAIS. “Com o PMAIS, a agricultura familiar está tendo fôlego, está podendo ‘respirar’. A gente agradece e reconhece a importância desse ato de hoje”, salientou.

Representando a Câmara Municipal, a vereadora Thainara Faria (PT) falou sobre a importância do Banco de Alimentos e do PMAIS, além de parabenizar todos da Prefeitura pela iniciativa. “Quero saudar cada um de vocês que têm papel fundamental nesse processo. Ninguém quer ser beneficiário de programa social. As pessoas querem chegar nos supermercados e escolherem seus alimentos. Mas, quando temos uma rede preparada para atender as pessoas em vulnerabilidade com os melhores alimentos, nós estamos rumo ao caminho de dar a autonomia que cada família merece”, disse a parlamentar.

O produtor rural Sebastião Belchior utilizou a palavra em nome de todos os agricultores. “É um ato gratificante para nós, produtores dos assentamentos Bela Vista e Monte Alegre, do Horto de Bueno. Vamos produzir alimentos que irão matar a fome das pessoas. É muito satisfatório poder colaborar com isso. Agradeço a todos por esse projeto tão bonito e importante”, afirmou.

Adriana dos Santos, representando as famílias beneficiadas, também fez agradecimentos. “Só tenho a agradecer ao Cras do Vale do Sol por participar desse programa de hortifrútis. Os alimentos são muito bons e nos ajudam bastante no dia a dia”, disse a moradora de Araraquara.

Na solenidade, a Prefeitura também fez homenagens a representantes do Varejão Passarinho e dos supermercados Savegnago, Atacadão e Vencedor, empresas parceiras do Banco Municipal de Alimentos.

Também estiveram no evento a vereadora Fabi Virgílio (PT) e os vereadores Paulo Landim (PT) e Hugo Adorno (Republicanos); as secretárias Amanda Vizoná (Direitos Humanos e Participação Popular) e Juliana Agatte (Governo, Planejamento e Finanças); coordenadores, gestores municipais e a equipe do Banco Municipal de Alimentos; a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Cidinha Silva; o presidente do Comsan (Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional), Paulo Viana; o presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural, Guilherme Bueno; José Martins de Souza e Vanda Santos, representando a Associação de Educação e Promoção Social e Cidadania da cidade de São Paulo; entre outros representantes de entidades e o público presente.

SECRETARIA MUNICIPAL DE COMUNICAÇÃO
PREFEITURA DE ARARAQUARA

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.