Prefeitura convoca a população para a eliminação de criadouros de dengue; 80% estão em casas habitadas

0
93
A Secretaria Municipal de Saúde convoca a população para derrotarmos a dengue. A cidade registrou hoje o primeiro óbito em decorrência da doença, uma idosa de 68 anos, moradora do Jardim Imperador. De acordo com o histórico de atendimento, ela começou a sentir os primeiros sintomas no dia 4 de março e procurou atendimento médico na UPA Valle Verde no dia 7, data em que foi feita a coleta do exame.
Por conta dos sintomas e das comorbidades apresentadas pela idosa – diabetes e hipertensão – ela foi imediatamente encaminhada da UPA para internação no Hospital Estadual de Américo Brasiliense (Heab). Ontem dia 10, o exame confirmou o diagnóstico no período da manhã. Por volta das 12 horas, seu quadro de saúde se agravou e ela veio a óbito.
A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, lamenta o ocorrido e reforça que toda a assistência médica foi prestada à paciente, desde a entrada no serviço de urgência e emergência.
Também enfatiza que mantém todos os seus esforços no combate à dengue, com equipes de bloqueio nas ruas, diariamente, inclusive nos finais de semana, para eliminar focos do mosquito Aedes aegypti. Isso vem sendo feito ininterruptamente, mesmo durante os períodos mais críticos da pandemia de Covid-19.
Somente em fevereiro, as equipes de combate à dengue recolheram 21 toneladas de materiais inservíveis nas residências visitadas.
Os agentes continuaram atuando, mesmo com dificuldades nas visitas às residências, devido à recusa das pessoas para que os agentes vistoriem as casas. É justamente nos imóveis habitados onde estão sendo encontrados os criadouros do mosquito; 80% dos criadouros com larvas do Aedes aegypti são encontrados em residências com moradores e apenas 20% estão em casas fechadas ou abandonadas.
Em média, os agentes da Vigilância Epidemiológica e os agentes comunitários de saúde (do Programa de Saúde da Família) visitam 30 mil casas por mês. Em metade delas o trabalho não é concluído por falta de autorização para a entrada. As equipes inclusive fazem horário estendido (noturno) e plantões aos sábados.
A participação da população nessa batalha é imprescindível neste momento.
Além desse trabalho preventivo de campo intensificado, para ampliar a assistência médica aos casos suspeitos e confirmados de dengue na cidade, a Secretaria Municipal da Saúde está organizando e vai abrir para a população, a partir desta segunda-feira, dia 14 de março, um Centro de Reidratação, que vai funcionar em uma ala do Hospital de Campanha. Além do Centro de Referência de Testagem para Covid-19, a estrutura do hospital de campanha também será utilizada para atender pessoas com sintomas de dengue, para consulta e exame. O atendimento será feito das 7 às 19 horas.

 

SECRETARIA MUNICIPAL DE COMUNICAÇÃO
PREFEITURA DE ARARAQUARA

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.