Placa em homenagem ao professor Matheus Santos marca inauguração de nova sede do Cuca

0
203

Vereadores comparecem a evento no recém-formado prédio onde funcionava o Arquivo Municipal 

A cerimônia de entrega da placa em homenagem ao administrador público e professor, cujo nome intitula o prédio “Cursinho Popular Professor Matheus Santos”, aconteceu, na noite da quarta-feira (29), na sede da instituição, na Rua Expedicionários do Brasil, esquina com a Avenida Feijó, marcando a inauguração da nova sede. Na solenidade, discursaram a vice-presidenta da Câmara Municipal de Araraquara, vereadora Thainara Faria (PT), os vereadores João Clemente (PSDB) e Guilherme Bianco (PCdoB), o prefeito Edinho Silva (PT), além de autoridades e familiares do homenageado, que faleceu em 2020 vítima da Covid-19.

A nova sede do Curso Unificado do Campus de Araraquara (Cuca) funciona onde abrigou anteriormente o Arquivo Municipal. Depois de passar por reformas, o cursinho popular está em pleno funcionamento, desde abril deste ano, e ganhou o nome do professor Matheus Santos, em 2021, por meio da Lei nº 10.226/2021, proposta pelos vereadores Guilherme Bianco (PCdoB), Fabi Virgílio (PT) e Luna Meyer (PDT), sendo sancionado pelo Executivo no dia 5 de julho do mesmo ano.

A obra de reforma do prédio foi uma demanda da Plenária Temática da Juventude do Orçamento Participativo (OP), eleita com 81 votos entre 209 participantes. O valor total investido na reforma e adequação do prédio foi de R$ 484.152,55, sendo R$ 417.743,34 via Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa), junto à Caixa Econômica Federal, e R$ 66.409,21 em equipamentos com recursos próprios do município.

Compromisso com a sociedade 

Durante a solenidade, que aconteceu na sala de aula do novo espaço, repleto de estudantes, autoridades e parentes do homenageado, a vereadora Thainara falou sobre a importância do Cuca para Araraquara. “Hoje esse espaço tem vida porque existem estudantes aqui. Estamos presenciando o nascimento oficial do cursinho popular, que leva o nome de Matheus Santos, professor que teve suas lutas ao lado do vereador João Clemente. Imagine o qual potente se juntos estivéssemos atuando na Câmara? Precisamos de pessoas como Matheus, patrono desse espaço. Pessoas que tenham um compromisso com a sociedade sem esperar nada em troca”, destacou.

Segundo a representante da Câmara no evento, a reivindicação da nova unidade do Cuca era muito antiga em Araraquara. “O vestibular é cruel e, muitas vezes, faz um elefante escalar uma árvore, mas aqui temos profissionais de qualidade, que treinam pessoas para que elas tenham capacidade de entrar na universidade e serem donas de seus próprios destinos.”

História de luta 

 

Colega de escola pública do homenageado desde a infância, Clemente compartilhou com os presentes histórias as quais vivenciou com o amigo, como a criação do grupo de samba para o projeto de artes da escola, e de quando eles chamaram uma equipe de TV e usaram megafone para protestar contra a merenda das escolas públicas de Araraquara.

“Quando entrei neste espaço hoje, eu me lembrei da época em que Matheus e eu prestamos cursinho popular, o que me possibilitou ser bacharel em Direito. Aprendi com ele a ser político desde a época em que íamos para a rua gritar e protestar. Falo para os estudantes que hoje estão aqui para que ocupem esse espaço por vocês e não para a sociedade”, deu o recado o vereador.

Destruir muros e construir pontes 

 

Já Bianco afirmou, durante seu pronunciamento, o quanto estava feliz e agradeceu aos parentes do homenageado e aos responsáveis por eternizar o nome do amigo Matheus Santos no cursinho popular. Ele também disse que o projeto é fruto do OP e saudou cursistas e professores que foram na Plenária, votaram e aprovaram o projeto de cursinhos populares.

“Estou emocionado de voltar aqui um ano depois que a gente nomeou o prédio. Estamos dando para essa juventude maravilhosa a chance de destruir muros e construir pontes que vão levar os estudantes para as melhores universidades”, acrescentou.

Defensor da educação 

 

A viúva do homenageado, Marisa Demarzo, abriu a cerimônia bastante emocionada, destacando que Matheus foi um defensor da educação pública de qualidade como um direito do cidadão. Ela também agradeceu à Câmara e à Prefeitura pela lei que deu o nome de seu marido ao Cuca. “Aprendi a ressignifcar a vida diante de tudo o que me aconteceu e sei que não estou sozinha porque a memória do Matheus está presente na minha vida e de nossos filhos. É muito emocionante estar aqui neste lugar que leva o nome do Matheus e ser acolhida por todos vocês na cidade dele. Quero agradecer ao prefeito Edinho por assinar a lei e também aos vereadores responsáveis pelo projeto que deu nome a esse espaço”, declarou.

Orçamento participativo 

 

Edinho encerrou a apresentação da noite, falando sobre a relevância do evento de entrega da placa, que trouxe resultados tão expressivos. “Estamos inaugurando uma obra do Orçamento Participativo, que é o único instrumento, nesse momento, de recuperação da democracia, porque ele dá voz a quem nunca teve voz, dá oportunidade de decisão a quem nunca teve oportunidade”, frisou.

Antes do descerramento da placa, o prefeito completou: “A gente queria muito que o Matheus estivesse entre nós porque ele nos fazia pensar e sua inquietude era combustível para nosso próprio pensamento. Mas o Matheus jamais vai nos deixar ficar quietos. Tenho certeza que cada estudante do cursinho popular que parar diante dessa placa e ler a homenagem será inspirado por Matheus”.

Estiveram presentes também na cerimônia a vereadora Filipa Brunelli (PT); o vereador Paulo Landim (PT); a secretária municipal de Educação, Clélia Mara dos Santos; a secretária municipal de Direitos Humanos e Participação Popular, Amanda Vizoná; o secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Sérgio Pelícolla; a secretária de Governo, Planejamento e Finanças, Juliana Agatte; a assessora especial de Políticas para Juventude, Steyce Chaves; e a gestora do Cursinho Popular Professor Matheus Santos, a anfitriã da noite, Angélica Ribeiro.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.