Patrimônio Histórico e Meio Ambiente firmam parceria para reconhecimento de geossítios no território de Araraquara

0
93

Os geossítios são ocorrências de um ou mais elementos da geodiversidade na paisagem

Na última quarta-feira (06), representantes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade e a Coordenadoria de Acervos e Patrimônio Histórico se reuniram no Palacete das Rosas para firmar parceria em projeto de reconhecimento de geossítios no território de Araraquara.

O coordenador de Gestão Ambiental, Gelson Caldeira Dantas, explica que conforme a Resolução SMA – 76, de 4-11-2009, os geossítios são ocorrências de um ou mais elementos da geodiversidade na paisagem (aflorantes quer em resultado da ação de processos naturais, quer devido à intervenção humana), bem delimitados geograficamente.

“Eles também precisam apresentar valor do ponto de vista científico, educacional, cultural e turístico”, explica. O coordenador reforça que as lajes do arenito Botucatu foram largamente utilizadas na região para calçamento do passeio público e por vezes apresentam icnofósseis. “Aqui em Araraquara os mais relevantes são as pegadas de dinossauros e de pequenos mamíferos, tais registros configuram um dos geossítios de interesse regional e nacional”.

Gelson lembra também que outro lugar que reúne elementos de interesse geológico no perímetro urbano é a Unidade de Conservação Integral do Parque do Basalto, antiga área de mineração cuja formação basáltica apresenta disjunções colunares que atribui à paisagem elementos científicos, cênicos e turístico. “Dessa forma, essa parceria tem como objetivo ações continuadas de restauração dos patrimônios geológicos já conhecidos e ampliá-los através campanhas de identificação e catalogação de novos geossítios”, concluiu.

SECRETARIA MUNICIPAL DE COMUNICAÇÃO
PREFEITURA DE ARARAQUARA

Deixe uma resposta