Páscoa 2022: Consumo de chocolate por animais pode levá-los à morte

0
125
Gatos são sensíveis a intoxicação. Ao consumir chocolate, é preciso buscar atendimento para que os sintomas não prejudiquem a saúde. A clínica Gato é Gente Boa, exclusiva para gatos, fica em Itu-SP

Médica-veterinária especializada em medicina felina alerta sobre os perigos da ingestão de chocolate por gatos

“Coelhinho da Páscoa, que trazes pra mim? Um ovo, dois ovos, três ovos assim!”. A letra da clássica musiquinha refere-se aos ovos de chocolate, tão comumente consumidos nesta época do ano. Porém, a iguaria, tão desejada pelas pessoas, faz mal para a saúde dos animais.

A médica-veterinária especializada em medicina felina, Vanessa Zimbres, afirma que os ingredientes presentes no chocolate são tóxicos para os gatos. “O chocolate contém cafeína e Teobromina, um derivado do cacau comprovadamente tóxico para os animais. Além disso, o açúcar e a gordura, presentes no chocolate, também não são bons para os gatos. Por isso, o consumo definitivamente não pode ser realizado”, explica.

Proprietária da Clínica Gato é Gente Boa, pioneira no atendimento exclusivo à felinos na região, Vanessa levanta os principais sintomas que prejudicam a saúde dos gatos após consumir chocolate. “Tanto a cafeína quanto a teobromina são estimulantes que elevam a frequência cardíaca, a inquietação e a euforia, podendo levar a quadros de vômitos, diarreia, aumento da sede, queda na pressão arterial, lesões renais e tremores musculares, que podem evoluir para convulsão e o coma”, enumera.

A profissional relembra que a intensidade dos sintomas e o nível de toxicidade dependem da quantidade do produto ingerida, embora qualquer quantidade seja tóxica para os gatos. “Devemos nos lembrar também que os rins dos gatos são extremamente sensíveis a qualquer intoxicação e sintomas causados pela ingestão do chocolate, mesmo que o animal não apresente sintomas evidentes dos efeitos nocivos ao seu organismo”.

ATENÇÃO É FUNDAMENTAL

Curiosamente, é mais comum cachorros se intoxicarem ao consumir chocolate, já que os gatos não tem a capacidade de sentir o sabor doce, tornando a ingestão mais improvável. Vanessa explica que a preocupação, nesse caso, é devido ao leite na composição. “Como o chocolate apresenta leite na composição, isso interessa ao gato. Dessa forma, ele acaba ingerindo os demais ingredientes”, explica.

Caso ocorra a ingestão, Vanessa orienta o que deve ser feito. “Independentemente se o gato ingeriu muito ou pouco, não espere os sintomas aparecerem. Busque atendimento veterinário, de preferência especializado. Várias manobras podem ser feitas para diminuir a absorção do chocolate no organismo do animal, bem como o controle dos sinais de intoxicação. Hidratação, nesse momento, é fundamental para preservar os rins”.

A solução para evitar que os pets consumam o chocolate ou alimentos que tenham o ingrediente é restringir o acesso ao local onde ficam armazenados e jamais oferecer o produto aos animais. “Se quiser recompensar o gatinho com guloseimas, ofereça o que é saudável, estimule-o a caçar as guloseimas escondidas em brinquedinhos, o que irá auxiliar, inclusive, no enriquecimento ambiental, nas brincadeiras, na movimentação e na saúde mental do seu felino”, finaliza.(Thaís F. Marques – e-mail: thais.marques@jfimprensa.com.br)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.