Os fatores que influenciam na qualidade do produto

Prof. Giovani Henrique Peroni

A inexistência das relações entre os funcionários e o ambiente de trabalho podem influenciar no produto.

Para que situação de incompatibilidade entre o funcionário e o ambiente de trabalho não ocorra, alguns fatores devem ser aplicados para resultar na satisfação do processo operacional produtivo e principalmente dos clientes.

A possibilidade da ocorrência de um acidente de trabalho ou o desencadeamento de um distúrbio osteomuscular está presente em ambientes de trabalho que não apresentam um sistema de segurança do trabalho adequado e ausência de avaliações ambientais. Vejamos os fatores:

Fator de produção: (objetivos, métodos, freqüência, incentivos e jornada de trabalho);

Fator Equipamento: envolve a constituição do posto de trabalho e as ferramentas de auxílio utilizadas durante o período laboral.

Fator Ambiente: está relacionada às condições da iluminação, do ruído, fatores psicossociais e da temperatura do ambiente de trabalho;

Fatores de estresse físico: Aplicação de força, da postura, compressão mecânica, vibração e a temperatura. Estes requisitos devem levar em consideração o tempo de exposição durante a jornada de trabalho.

Fatores Individuais: Abrange o sexo, a idade, as dimensões corporais, composição muscular, capacidade, restrições, experiência e comportamento.

Ao utilizar estes fatores, ocorrerá a diminuição do impacto conseqüente sobre as alterações fisiológicas e o desenvolvimento de distúrbios osteomusculares.

Como conseqüência, estará antecipando e reconhecendo a performance do trabalho dos funcionários, a percepção do esforço durante a jornada que resulta em desconforto e dor, os estágios da fadiga e as diferenciações entre a fadiga muscular ou a generalizada, além da identificação dos fatores de riscos biomecânicos que resultam no desencadeamento dos distúrbios osteomusculares gerados pelos esforços repetitivos.

A análise ergonômica do trabalho é um processo construtivo e participativo para a resolução de um problema complexo que exige o conhecimento das tarefas, das atividades atribuídas a função, e das dificuldades enfrentadas para se atingirem o desempenho com conforto e segurança.

Os pontos fundamentais que estão aliados aos fatores do trabalho conduzem a organização da produção, do trabalho, das tarefas prescritas necessárias às atividades atribuídas a funções.

Mas atenção empregadora, para avaliar as condições de trabalho às características individuais dos trabalhadores: cabe à empresa realizar a análise ergonômica, devendo ser abordadas as condições de trabalho.

Prof. Esp. Giovani Henrique Peroni – CREF SP: 2312

Biomecanicista Ocupacional e Ergonomista

Consultor Ergonômico da Ambioergo.

ambioergo@terra.com.br

Compartilhe :

No data was found
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Ala pediátrica da UPA Valle Verde será transferida para a unidade de saúde do bairro nesta sexta (14)

Sesi Araraquara vence o Blumenau no 1º jogo das quartas de final da LBF

Após autorização do Presidente Lula, Prefeitura lança licitação da segunda fase das obras na Via Expressa

Comcriar elege conselheiros e define diretoria para o mandato de 2024 a 2026

Guerreiras viram a chave novamente para o Brasileirão

CATEGORIAS