Orçamento Participativo: Araraquara terá um espaço destinado à comunidade LGBTQIA+

0
270
Foto: Divulgação
Obra foi eleita como prioridade na Plenária Temática LGBTQIA+, que foi realizada na última sexta-feira (16) 
 
Araraquara terá um espaço de lazer, cultura e esporte destinado à comunidade LGBTQIA+. A obra foi eleita como prioridade na Plenária Temática LGBTQIA+ do Orçamento Participativo, programa em que a população escolhe os investimentos a serem feitos pela Prefeitura. A reunião foi realizada na última sexta-feira (16) no Centro de Referência da Mulher “Professora Doutora Heleieth Saffioti”.

O prefeito Edinho valorizou a importância da demanda eleita. “A Plenária Temática LGBTQIA+ decidiu pela criação de um espaço destinado à comunidade, com o objetivo de acolhimento, integração e sociabilidade. Para a Prefeitura, o OP é lei e o projeto será incluído no orçamento do município para o próximo ano. Parabéns a toda a comunidade que se organizou e compareceu”, destacou.

Essa plenária dá voz à população LGBTQIA+, sigla usada para denominar as orientações sexuais de lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, queer, intersexuais e assexuais, enquanto o símbolo “+” abarca as demais orientações sexuais e de gênero, representando pluralidade. A denominação LGBTQIA+ também se tornou um movimento político e social que defende a diversidade e busca mais representatividade e direitos para essa população. Com o Orçamento Participativo, o segmento tem a oportunidade de eleger anualmente uma obra ou programa que atenda diretamente às suas necessidades em toda a sua diversidade no seu dia-a-dia.

O OP 2023 conta com sete plenárias temáticas. A primeira temática do ano foi a Plenária Temática das Mulheres, que foi realizada em março e elegeu a ampliação do espaço Quilombo Rosa. No dia 10 de maio, foi realizada a Plenária Temática da População Negra, que elegeu a construção de uma sede para o Centro de Referência Afro “Mestre Jorge”. Em 18 de maio, a Plenária Temática das Pessoas com Deficiência elegeu como prioridade a ampliação do Centro de Referência do Autismo “Aldo Pavão Júnior”. As outras temáticas são as Plenárias da Juventude, Idosos e Plenária da Cidade.

Também participaram da plenária a deputada estadual Thainara Faria (PT); os vereadores Alcindo Sabino (PT), Filipa Brunelli (PT), Fabi Virgílio (PT), Guilherme Bianco (PCdoB) e Carlão do Jóia (Patriota); além de secretários, coordenadores e gestores municipais. 


Próxima plenária

O Orçamento Participativo terá sequência nesta quarta-feira (21), às 19h, na ETEC Profª Anna de Oliveira Ferraz, a Escola Industrial, na Av. Bandeirantes, 503, Centro, que receberá a Plenária Temática da Juventude. Além das temáticas, o Orçamento Participativo conta com 11 plenárias regionais, onde são votados as obras ou programas baseados nas prioridades eleitas em 27 reuniões na fase sub-regional, que apontou quais são os temas prioritários em cada divisão dentro das regiões do OP (Saúde, Educação, Esportes, Cultura, Obras, por exemplo).

Orçamento Participativo

O Orçamento Participativo foi uma experiência iniciada de 2001 a 2008, na primeira passagem de Edinho como prefeito, e retomada em 2017. Por causa da pandemia e da impossibilidade de realização das plenárias, o programa não elegeu novas obras em 2020 e 2021. No ano passado, o OP voltou a ser realizado.

Em ação desde 2017, o Orçamento Participativo tem 55 obras eleitas até 2019, com 27 obras entregues, além de 17 obras eleitas em 2022, que entraram no orçamento de 2023. São R$ 43 milhões investidos nas obras e nos programas já concluídos. Considerando as obras sendo executadas e as que serão iniciadas, o investimento por meio do OP chega a R$ 100 milhões.

A programação completa é divulgada no site da Prefeitura, em www.araraquara.sp.gov.br.

SECRETARIA MUNICIPAL DE COMUNICAÇÃO
PREFEITURA DE ARARAQUARA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.