Operação Chuvas de Verão 2023-2024 é lançada em Araraquara

0
162
Foto: Tetê Viviani - Prefeito Edinho lança Plano de Contingência Operação Chuvas de Verão.
Plano de Contingência visa desenvolver ações conjuntas com o propósito de minimizar os efeitos decorrentes das condições climáticas adversas dessa época do ano
Em solenidade realizada nesta quinta-feira (30) na Sala de Reuniões da Prefeitura de Araraquara, foi realizado o lançamento do plano de contingência Operação Chuvas de Verão 2023-2024, coordenado pela Secretaria Municipal de Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública por meio Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil.


O Decreto nº 11.841/2018 dispõe sobre a execução do plano de contingência, que é realizado anualmente com o propósito de desenvolver políticas e ações conjuntas visando minimizar os efeitos decorrentes das condições climáticas adversas características dessa época do ano. Geralmente o plano é implantado entre os dias 15 de dezembro a 15 de março, porém em 2023 o início foi antecipado para 1º de dezembro em função das condições climáticas atuais, em uma alteração que será oficializada pelo Decreto 13.384/2023, a ser regulamentado ainda nesta semana.

 
O plano de contingência é previamente elaborado para orientar as ações de preparação e resposta a um determinado cenário de risco, caso o evento adverso venha a se concretizar. Deve ser elaborado com antecedência para facilitar as atividades de preparação e otimizar as atividades de resposta. Também tem o objetivo de estabelecer um plano de ação a ser executado nas ocorrências, para a mobilização de forma integrada das diversas instituições e órgãos setoriais, para as ações de resposta ao desastres, de modo a permitir a manutenção da integridade física e moral da população, bem como preservar os patrimônios públicos e privados, prioritariamente nas ocorrências características do verão. É adequado à realidade de Araraquara para que seja um importante instrumento de gestão de risco, possibilitando a adoção de medidas de prevenção, socorro, assistência e recuperação.

O prefeito Edinho destacou a necessidade do município ter um planejamento voltado para a prevenção de ocorrências causadas pelas mudanças climáticas. “Não temos como planejar rajadas de vento que arrancam árvores como se fossem gravetos do chão. Não há como fazer essa previsão. Temos que entender que esse século 21 vai nos impor novas decisões, novas demandas, e o serviço público tem que ir se adequando. Esse plano Chuvas de Verão de 2023 e 2024 é muito importante e cada vez mais esses planos serão importantes. Cada vez mais, planejar será importante, estar preparado para aquilo que possa vir, mesmo não tendo previsão do que virá, será importante. O serviço público não pode ser pego de surpresa, por mais que seja impossível prever os desastres naturais. Penso que vamos a cada ano aprimorar nossa estrutura de serviço e a cada ano estaremos mais preparados para aquilo que pode vir”, frisou.

O presidente da Câmara Municipal de Araraquara, Paulo Landim (PT), também valorizou a operação. “Este é um momento crucial em que mais uma vez nossas forças se unem em prol da segurança e bem-estar da comunidade. Como todos nós sabemos, nesse período mais chuvoso enfrentamos uma série de desafios que vão desde alagamentos e inundações em vias públicas até desabamentos, quedas de árvores, danos em infraestruturas urbanas e diversos outros incidentes. É, portanto, imperativo que estejamos preparados para responder de maneira rápida e eficaz a essas situações, minimizando os impactos sobre a população e o meio ambiente”, projetou.

O secretário de Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública, coronel João Alberto Nogueira Júnior, enalteceu o planejamento. “É muito importante estarmos preparados para enfrentar situações adversas e é muito importante termos um plano de contingência que vai fazer com que tenhamos uma resposta rápida para fazermos tudo o que tiver que ser feito em um momento de tragédia. E temos feito. O prefeito Edinho tem destacado muito a importância da Defesa Civil, tanto que estamos passando por um estudo de reestruturação da Defesa Civil”, apontou.

O coordenador regional de Defesa Civil Estadual, Amarildo Calegari, elogiou o trabalho realizado na cidade. “Araraquara é uma cidade que nos dá muito orgulho por todas as ações que ela desenvolve e a Defesa Civil vem realizando um trabalho muito satisfatório e com uma estrutura que eu faço questão de destacar. Os outros municípios não têm essa percepção da importância que tem a Defesa Civil. Antigamente ouvíamos falar de Defesa Civil, mas as pessoas não sabiam muito claro qual era o seu papel, mas hoje eu fico muito feliz de estarmos aqui reunidos com toda essa integração entre todos os setores envolvidos. Isso faz com que tenhamos no município um sistema de Defesa Civil cada vez mais forte”, acrescentou.

O gerente responsável pela Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil, Luiz Dell’Acqua, apresentou o plano na solenidade. “Temos vivido, já nos últimos dias, chuvas de bastante intensidade. Estamos a menos de um mês do término da primavera e início do verão, mas antecipadamente já tivemos muitas situações de chuvas fortes, fortes rajadas de ventos, que têm trazido muito estragos para o município. Isso nós costumamos ver durante o verão, mas nos mostra o quão instável está a condição climática no nosso país. Centenas de árvores nesse período foram arrancadas por esses ventos fortes e engana-se quem pensa que essas árvores estavam com sua estrutura afetada por patologias e doenças, pelo contrário, muitas árvores são arrancadas com raiz. Fora isso, também temos vivido fortes ondas de calor que atingem o país com marcas históricas jamais vistas, que reforçam a instabilidade que temos na nossa condição climática. Tudo isso graças ao fenômeno El Niño, que segundo projeções, vai atingir o nosso país até abril de 2024. Isso nos preocupa e para isso temos esse plano de contingência”, completou.

Também participaram da solenidade o vereador Aluisio Boi (MDB); a secretária de Saúde, Eliana Honain; a secretária de Administração, Juliana Lujan; o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Carlos Porsani; o secretário de Direitos Humanos e Participação Popular, Marcelo Mazeta; a secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Jacqueline Barbosa; o secretário municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade Urbana, Nilson Carneiro; o Secretário de Obras e Serviços Públicos, Sérgio Pelícolla; o superintendente do Daae, Delorges Mano; a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Cidinha Silva; a comandante da Guarda Civil Municipal de Araraquara, Juliana Zaccaro; e Toninho do Mel, que representou a deputada estadual Thainara Faria.

 
SECRETARIA MUNICIPAL DE COMUNICAÇÃO
PREFEITURA DE ARARAQUARA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.