Obrigado ao J.A.

Jornalista Geraldo Polezze, primeiramente desejo agradecer publicação de nosso projeto de trabalho, na qualidade de candidato a Deputado Federal.

Convido-o para conhecer uma Chagas formadora dessa violência que se abate de maneira cada vez mais intensa na sociedade.

Segunda-feira (17), fui visitar uma favela em sampa, a favela Vietnã. Procurei falar com quem realmente entende da favela e suas deficiências. Ao conversar com morador da favela temos que dar a mão à palmatória porque o Governo não se fez presente. Só o repressor, mas, isso não resolve o social. Falta o preventivo. Um bairro populoso, com muita carência. O desemprego é mola mestra e a fome mal conselheira.

Lá conheci um cidadão que me recebeu em sua casa, cuja recepção, os engomadinhos e doutos da nossa sociedade certamente não dariam a um candidato sem poder financeiro.

No próximo mês de Agosto, irei visitar outra comunidade carente, perto de 120 mil habitantes: povo trabalhador que os Governantes deveriam se fazer presentes para resolver as pendências. Certamente haveria menos Presídios e FEBEMs.

A maioria dos que se dizem políticos, nesses terrenos carentes, lá não se faz presente. Porque temem o trabalhador… eu irei sem receio. Sou um aposentado que a cada ano tem seu salário violentado pela redução do valor real da aposentadoria. Portanto, nada temo. Se serei eleito? é uma outra história, mas, meu trabalho como candidato vou efetuar indo ao encontro dessa massa sofrida. Se eleito, porém, irei trabalhar para acabar com o instituto da PRISÃO ESPECIAL porque só assim um dia teremos um sistema prisional mais humano, e não um depósito de seres humanos vítimas de um sistema político e social, mesquinho e desumano, e da mesma maneira, uma sociedade onde o investimento na EDUCAÇÃO deixará de ser mera promessa.

Respeitosamente, José Brenand (4073 para Dep. Federal)

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Santa Casa de Araraquara pede ajuda para identificar paciente

Show nesta sexta no Sesc Araraquara

Intervenção neste sábado no Sesc Araraquara

Confira as dicas gratuitas para curtir a cidade (20 e 21 de julho)

Contação de história neste sábado no Sesc Araraquara

CATEGORIAS