O tempo corre

Eladir Albertini (*)

O tempo corre

Passa como o vento

Leva tudo do caminho

Levanta a poeira em roda

Varre todo cantinho

O tempo corre

Como a água do rio

Sempre na mesma direção

Segue em frente vai ao mar

Para trás não pode voltar

O tempo corre

Como a estrela cadente

Risca o céu e indiferente

Aos olhos do sonho nascente

Cai bem longe sem dizer aonde vai

O tempo corre

Passa pelo homem

Pela vida, pela fonte

Pelo rio, pela ponte

E por lá não vai nunca mais passar

O tempo corre

Na areia do deserto

No vazio do coração incerto

Que não sabe dar amor

A quem lhe dá tanto valor

O tempo corre

Corre o tempo precioso

Viver pode ser prazeroso

Parar, andar devagar

Sentir o ar… respirar

Encher a alma de amor

E com o perfume que exala da flor

Aromatizar os caminhos

Enterrar os espinhos

Libertar-se das amarras interiores

Dos falsos pudores

E se entregar à vida, para ser vivida.

(*) É Pedagoga e colaboradora do JA.

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Falecimento – Maria Clara Polezze Fernandes

Feira das Nações acontece neste domingo (23) na Praça do Daae

Ordem de Serviço para reforma da UBS do Santana será assinada neste sábado (22)

Agenda para curtir a cidade no final de semana (21 a 23 de junho)

Tem show nesta sexta no Sesc Araraquara

CATEGORIAS