Nutricionista Fabiana Guimarães esclarece algumas dúvidas para o processo de emagrecimento

0
142
Foto: Internet

“A melhor dieta é aquela que o paciente consegue fazer por mais tempo” diz a nutricionista Fabiana Guimarães, nutricionista funcional e esportiva, com foco em emagrecimento e saúde da mulher. Quando se pensa em emagrecimento, a dieta nada mais é do que um estilo de vida. O emagrecimento é uma matemática, é déficit energético, comer menos e fazer uma redução do aporte calórico, é o que vai ao longo dos dias em que se utiliza o estoque de gordura e como consequência consegue promover o emagrecimento.

FAZER JEJUM EMAGRECE?

De acordo com a nutricionista Fabiana, quando se pensa nas estratégias nutricionais como o jejum, ele vai promover o emagrecimento, assim como dieta cetogênica (um tipo de dieta caracterizada pela eliminação de quase todos os alimentos ricos em carboidratos, como pão e arroz) e low carb (uma dieta com pouco carboidrato). O ponto em comum entre todas é o déficit energético, onde a pessoa vai comer menos ou deveria se fosse um dia normal no período de horas ou dias, para consumir menos alimentos.

Já é comprovado cientificamente diversos tipos de protocolos de jejuns, número de horas, vezes na semana, que vão levar o processo de emagrecimento também por mudanças nos padrões hormonais e metabólicos que o corpo tem. Melhora a intolerância da glicose, insulina, com menos vontade de beliscar, menos vontade de comer o tempo inteiro ou a necessidade do consumo de doce ou carboidratos, o que também vai promover o desenvolvimento do emagrecimento.

Para Fabiana, os problemas emocionais dificultam o processo de emagrecimento, porque muitas vezes o comportamento alimentar vai depender do estado emocional de cada indivíduo, por exemplo (come porque está feliz, porque está triste, porque o chefe brigou etc.). O ponto principal é lembrar que o nosso cérebro trabalha por recompensa, é preciso trabalhar e fortalecer mentalmente para que consiga viver as situações do dia a dia, sem ter a recompensa, (ah vou comer porque eu mereço só um pedacinho), então quando se trabalha o autoconhecimento e as emoções, se consegue melhorar o comportamento alimentar. “Eu consigo ressignificar esses pensamentos, eu consigo ter mais consciência, consigo diminuir essa frequência com que a gente “desconta “a emoção na comida, claro que esse assunto deve ser aprofundado porque existe inúmeras estratégias e causas porque isso acontece, mas quando temos o emocional mais fortalecido, a execução de emagrecimento acontece de forma mais eficiente e tranquilo” pondera Guimarães.

MASTIGAÇÃO

A mastigação é muito importante no processo de emagrecimento. Primeiro que estimula na saciedade, o cérebro percebe o movimento da mastigação e que vai ter uma entrada de comida no corpo, com isso se regula e começa a liberar hormônios que vão trazer mais saciedade e menos estímulo de fome. Quando se mastiga devagar se traz uma consciência presente, para ver o quanto que se está comendo e a atenção para a comida, que auxilia no comportamento alimentar.

PRODUTOS DIET E LIGHT, QUAL O MELHOR PARA INVESTIR?

Cabe uma discussão entre diet e light. O produto light vai ter 25% menos alguma coisa, como por exemplo relacionado ao doce, terá menos açúcar, mas como consequência a indústria pode utilizar um adoçante, aditivo químico para melhorar a palatabilidade, e não necessariamente esses produtos serão mais saudáveis com os aditivos químicos. Quando se fala em produtos diet que são destinados a pessoas com uma necessidade especificas, não vai ter nada de açúcar, como por exemplo para pacientes diabéticos.

“Na minha experiência clínica nem sempre eu fortaleço essa ideia do diet e light e sim diminuir a frequência do consumo de doces, para que a carga glicêmica desse alimento diminua. Quando se pensa no emagrecimento de uma pessoa saudável sem uma doença associada, é redução da quantidade de açúcar e doces ao longo do dia, que trará um efeito mais satisfatório” afirma Fabiana.

Mais sobre Fabiana Guimarães: Nutricionista funcional e esportiva, com foco em emagrecimento (reeducação alimentar), saúde da mulher. Especializada em nutrição funcional e mestre em saúde. @fabianaguimaraes.nutri. (Débora da Mata – Assessoria de Imprensa – www.suprircomunicacao.com.br)

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.