Novo modelo de Bom Prato poderá atender famílias da região norte  

0
252

Vereador Marchese da Rádio (Patriota) indicou recentemente implantação do programa na área 

O vereador Marchese da Rádio (Patriota) esteve em agenda com o secretário de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo, Gilberto Nascimento Júnior, para tratar do Bom Prato de Araraquara. 

Durante a reunião, o secretário adiantou que, em breve, o governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) deverá assinar um decreto para implantação da “Cozinha Alimento” e da “Dark Kitchen”. 

A “Cozinha Alimento”, parceria com a Secretaria de Agricultura e prefeituras, vai disponibilizar um espaço para o preparo do alimento e empregar mulheres em situação de violência doméstica, acompanhando-as e dando orientações no dia a dia. 

O modelo “Dark Kitchen”, também conhecido como “cozinhas fantasmas”, se estabeleceu na cidade de São Paulo com a pandemia de Covid-19 e, por não servir refeições e estar restrito ao delivery, se tornou uma modalidade de negócio interessante para os restaurantes, que tiveram os salões fechados para cumprir as regras de isolamento social. 

Pensando em implantar um novo modelo do Bom Prato, a “Dark Kitchen” tem um formato sem o salão. As refeições são preparadas em galpões e distribuídas por caminhões que circulam por vários pontos da cidade, atendendo a população carente. 

Marchese destaca que “a Região Norte de Araraquara é onde se concentra o maior número de famílias em situação de pobreza. Todo empenho está voltado para a implantação do novo modelo de Bom Prato, a ‘Dark Kitchen’, e a ‘Cozinha Alimento’, que devem contribuir para alimentar centenas de famílias carentes da nossa cidade”. 

Indicação 

No início do ano, o vereador encaminhou um documento à Prefeitura, sugerindo a implantação do programa Bom Prato na região norte da cidade. 

Em resposta, a coordenadora de Segurança Alimentar, Silvani Silva, apresentou um estudo realizado pela Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, que resultou no diagnóstico do perfil socioeconômico predominante na Região Norte do município. “Os bairros desta região apresentam alta densidade populacional, com elevado número de pessoas com renda per capita de até meio salário mínimo. Nesses bairros, cerca de 80% das famílias cadastradas no Cadastro Único se encontram em situação de pobreza”, relatou no documento. 

No entendimento da coordenadora, os dados coletados justificavam a implantação de um restaurante Bom Prato na região, no entanto, destacou que, por se tratar de um programa estadual, a proposta deveria ser enviada para a Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo (Seds), que poderia dar parecer quanto à viabilidade de implantação. 

Com informações da assessoria de gabinete do vereador Marchese da Rádio (Patriota) 

(Setor de Imprensa – Câmara Municipal de Araraquara)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.