Nova etapa do PJ 2022 tem como objetivo transformar ideias em realidade 

0
165

Algumas das indicações propostas pelos estudantes já foram atendidas 

Após a realização da Sessão Oficial do Parlamento Jovem (PJ) de 2022, a Escola do Legislativo (EL) da Câmara Municipal de Araraquara segue trabalhando para aproximar ainda mais os jovens da política e, consequentemente, fazê-la instrumento de mudança da realidade da população.

No dia em que estudantes do nono ano foram vereadores por um dia, eles apresentaram proposituras como projetos de lei, requerimentos e indicações referentes a demandas de inúmeros bairros da cidade. Na ocasião, os parlamentares eleitos em Araraquara ouviram as reivindicações e registraram os documentos necessários. Agora, uma nova etapa tem como objetivo transformar as ideias em realidade.

“O próximo passo do Parlamento Jovem é encaminharmos para o plenário os projetos de lei, e para o Executivo as indicações. Além disso, mediaremos a ida dos representantes da Prefeitura até as escolas para que os alunos possam ver a administração pública atuando na prática. É absolutamente importante que o estudante que participou do PJ veja sua ideia virar realidade, é o que dá materialidade a todo o processo pedagógico do projeto”, argumenta o presidente da EL, vereador Guilherme Bianco (PCdoB).

O trabalho prático já começou a ser feito, com o atendimento de algumas indicações. A próxima etapa será agendar uma visita dos secretários municipais, vereadores padrinhos e a equipe da EL às escolas para conversar sobre os resultados dos trabalhos.

Até o momento foram executadas três indicações. São elas:

Indicação nº 02/2022, elaborada pelos alunos da Escola Estadual “João Batista de Oliveira”, que solicita vagas exclusivas para o transporte escolar em frente à instituição.

Indicação nº 03/2022, de autoria dos estudantes da Escola Estadual “João Manoel do Amaral”, que requer a manutenção de sinalização de trânsito nos arredores da escola.

Indicação nº 06/2022, sugerida pelos alunos da Escola Estadual “Vereador Carlos Roberto Marques”, que transforma a via da escola de mão dupla para mão única.

As visitas às demais instituições serão agendadas conforme disponibilidade de alunos, professores e secretários municipais.

São cinco os projetos, de autoria dos estudantes, que foram aprovados durante a Sessão Oficial do PJ. Seguindo os trâmites propostos no Regimento Interno da Câmara, os projetos serão encaminhados pela Comissão de Saúde, Educação e Desenvolvimento Social para que sejam votados pelos vereadores eleitos em Sessões Ordinárias ou, se necessário, em Sessões Extraordinárias.

Para a assistente técnica da EL, Ana Paula Kuwana, esta etapa encerra um processo de mais de seis meses de trabalho.

(Comunicação Social – Câmara Municipal de Araraquara)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.