NeuroYoga: Técnica brasileira une as prática milenares do Yoga com descobertas da neurociência

0
353
Foto Ilustrativa (FreePik)

A NeuroYoga nasceu tanto de estudos científicos, quanto de experiências práticas voltadas para a saúde, ressalta o professor de yoga e naturopata Ravi Kaiut

O Yoga já existe há milênios, mas tal qual a sociedade, que está em constante mudanças, o Yoga também evoluiu e se uniu a descobertas científicas para manter a atualidade e tornar milhões de pessoas em todo o mundo mais saudáveis e longevas.

Um dos pilares mais importantes para essa evolução da prática milenar é o NeuroYoga, uma técnica desenvolvida através do Método Kaiut Yoga e pensada para unir o Yoga com neurociência, como explica o professor de yoga, naturopata e mestrando em neurociências, Ravi Kaiut.

O NeuroYoga é uma técnica que une elementos do yoga tradicional com os avanços científicos na compreensão do cérebro e do sistema nervoso, através da neurociência, ele tem como objetivo desenvolver a saúde mental, cognição, controle emocional e a resposta ao estresse e até mesmo questões fisicas“.

O NeuroYoga foi criado há aproximadamente dois anos pelo instituto brasileiro Kaiut Yoga, responsável por desenvolver o Método Kaiut Yoga e foi pioneiro no Brasil ao incorporar princípios da neurociência ao Yoga.

Por que combinar o Yoga com neurociência?

De acordo com Ravi Kaiut, entender o funcionamento do cérebro ajuda a entender quase todos os processos que ocorrem no corpo e na mente e têm o órgão como base.

O cérebro é o órgão responsável por guiar praticamente todos os processos do organismo humano, por isso, parece lógico que o entendendo é possível direcionar melhor as técnicas usadas para equilibrar o corpo e, principalmente, a mente“.

Entender como o Yoga afeta o cérebro permite orientar técnicas para melhores resultados na saúde, trazendo melhora geral e qualidade de vida, mas tudo com base científica e experiência prática“, explica Ravi Kaiut.

Ravi Kaiut é um empresário precursor do método Kaiut Yoga no Brasil, naturopata, mestrando e pesquisador em neurociências, foi diagnosticado aos 4 anos com Síndrome de Legg Perthes – doença crônica que destrói o quadril e causa grandes dores – como parte do tratamento passou a praticar Yoga, se apaixonou e decidiu que deveria compartilhar seu conhecimento com o mundo. Campeão brasileiro de fisiculturismo e pelo Campeonato Brasileiro de Fisiculturismo e Fitness, da Federação IFBB. Hoje, Ravi é diretor de pesquisa do instituto Kaiut Yoga, ensina yoga em sua escola com sede em Curitiba, Paraná, e realiza eventos internacionais sobre yoga, desestresse, meditação, dor crônica e sono de alta qualidade.

(Créditos: MF Press Global)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.