Meio Ambiente cria “Espaços Árvore” e “Floresta Urbana”

0
52

A implantação desses espaços contempla uma das exigências do Programa Município VerdeAzul

A Prefeitura de Araraquara, por meio da Gerência de Arborização Urbana, vinculada à Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, implantou e realizou a manutenção de “Espaços Árvore” e de “Florestas Urbanas” em seus prédios públicos municipais, entre julho e agosto de 2021. A iniciativa atende a Diretiva de Arborização Urbana do programa do governo do estado “Município VerdeAzul”.
O gerente de Conservação, Arborização e Biodiversidade, Fernando de João Braga, explica que “Espaços Árvore” são canteiros para árvores, com dimensões grandes, ideais para o desenvolvimento das raízes, de forma que não haja dano no passeio e favorecendo o bom desenvolvimento das espécies, localizados nos passeios públicos, em frente a prédios municipais.
“Os canteiros deverão ter a dimensão de 40% da largura da calçada, com o comprimento de duas vezes a largura calculada. As mudas replantadas devem receber ainda tutores, amarrilhos e placas de divulgação informando a espécie e sua coordenada”. Fernando acrescenta que “Florestas Urbanas” são os trechos de passeios públicos e/ou canteiros centrais, que concentram diversos “Espaços Árvore”. “Normalmente estão localizados em local de grande fluxo de pessoas e veículos, em frente a prédios públicos municipais”.
A coordenadora executiva de Áreas Verdes e Combate à Poluição, Luciana Fernandes, ressalta que neste ano de 2021, Araraquara identificou e elaborou o inventário completo de seus 132 prédios públicos, levantando as condições de todos os “Espaços Árvore”. “Como esse levantamento foi possível identificar quais necessitam de manutenção ou da execução dos serviços de abertura e ampliação dos canteiros e replantios”. Ela reforça que até o dia 18 de agosto 51 canteiros de prédios públicos foram executados.
O secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Carlos Porsani, salienta que o cronograma prevê que entre setembro de 2021 e agosto de 2022 todos os 132 espaços sejam vistoriados novamente e ainda que todos aqueles possíveis de serem implantados sejam providenciados. “Incluindo-se ainda a vistoria de prédios recém-inaugurados e a manutenção de todos os espaços, caso seja necessária”, concluiu o secretário. (Secretaria de Comunicação – Prefeitura de Araraquara)

 

Deixe uma resposta