Jardim Primaveras reclama atenção

Vereador Donizete (*)

Continuamos a falar de nossos bairros, hoje, relatando alguns problemas do Primaveras. Embora seja um bairro “novo” enfrenta problemas desde infra-estrutura até falta de ônibus.

Segundo os moradores “a única coisa que a prefeitura fez pelo Primaveras, desde a sua criação, foi o asfalto e as placas de PARE”. Os mesmos reclamam que o asfalto já está em péssimas condições, pois, durante todo esse tempo não foi feita nenhuma manutenção ou conservação. Em conseqüência disso, há buracos ou “crateras” por todo o bairro, formando poças d’água com mal cheiro, com possibilidade de proliferação de aedes-aegypti que pode transmitir a dengue.

Uma das razões levantadas pelos moradores sobre o asfalto estar nesta situação crítica, é a falta de galerias pluviais para captação de água da chuva. A falta desta obra provoca o “esburacamento” no asfalto. Além do mais, a falta de sinalização das ruas é outro problema que gera insegurança dos moradores que temem acidente grave.

O povo do Primaveras ainda não é atendido por um meio de transporte público. A empresa que faz a linha intermunicipal passa poucas vezes ao dia e a empresa responsável pelo transporte municipal não passa pelo bairro em nenhum horário. “Se a gente quer pegar ônibus para outro bairro tem que ir até o Planalto ou no terminal, porque aqui não passa”, relata uma moradora.

Embora no Primaveras exista um grande lote de terra, bem no centro e de propriedade municipal, nele a única coisa que existe é o mato. Os moradores clamam por uma área de lazer neste local e ainda uma creche e posto de saúde.

Por fim, por haver uma rodovia que separa o bairro do centro da cidade, há a necessidade de se ter uma passagem subterrânea por esta rodovia ligando o bairro ao centro da cidade; além de uma rotatória na divisa do Primaveras com o Planalto com redutor de velocidade e maior iluminação, sendo que neste local já houve vários acidentes envolvendo pedestres.

O bairro Primaveras é muito bem organizado e poderá ser um dos melhores bairros para se morar, mas, dependerá da atenção da administração pública, coisa que lhe foi negado por outras administrações e por esta até o momento (15 meses).

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Hepatites virais: Brasil tem mais de 750 mil casos confirmados

Casa Paulista tem 2.485 cartas de crédito disponíveis na Região Administrativa de Ribeirão Preto

EL realiza inscrições de curso sobre Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade

Sesi Araraquara joga pelo bicampeonato da Liga de Basquete Feminino

Handebol feminino conquista 7º lugar no Brasileiro

CATEGORIAS