Início das obras do primeiro ambulatório trans de Araraquara

0
55

Vereadora Filipa Brunelli (PT) representou a Câmara na solenidade, que também marcou início da reforma da nova sede do NGA3

Araraquara contará com o primeiro Ambulatório Trans da cidade. A Ordem de Serviço para início das obras foi assinada no dia 16 de setembro, durante evento que também autorizou o serviço da nova sede do Núcleo de Gestão Ambulatorial Dr. Francisco Logatti (NGA3). As adequações serão feitas no prédio do antigo Centro de Educação Profissionalizante de Araraquara (CEPAR), no bairro do Quitandinha. Na ocasião, a Câmara Municipal foi representada pela vereadora Filipa Brunelli (PT).
A parlamentar, a primeira travesti eleita em Araraquara, classificou o ato como uma vitória da população LGBTQIA+, conquistada durante o Orçamento Participativo de 2018. “Araraquara será uma das primeiras cidades do Brasil a ter um ambulatório trans que não está ligado a uma universidade, ou seja, é um serviço público prestado à população e não uma universidade que está estudando as pessoas trans”, esclareceu.

NOVA SEDE NGA3
A nova sede do NGA3 também foi eleita pela população na Plenária da Cidade do Orçamento Participativo de 2018. De acordo com a Prefeitura, o NGA3 possuirá serviço especializado nas modalidades de cirurgia vascular, cirurgia gástrica, cirurgia ortopédica, cirurgia plástica, cardiologia adulto e infantil, dermatologia, neurologia adulto, nutrição, oftalmologia, otorrinolaringologia, nefrologia, pneumologia, reumatologia e urologia. O local contará ainda com vestiários, lavanderia, cozinha, refeitório, salas de administração, de medicações e reuniões, além de consultórios, sala de espera e outras instalações. (Comunicação Social – Câmara Municipal de Araraquara)

Deixe uma resposta