Indulto do Dia dos Pais

A Associação dos Subtenentes e Sargentos da PM, em nome de seu Presidente, Hélio Cesar da Silva, concorda com a atitude do Ministério Público em adotar medidas que visam coibir a saída indiscriminada de presos.

Peguemos como exemplo um preso do CDP de Praia Grande, que não é e nem pai tem, no ano de 2005: saiu na sexta-feira antes do dia dos pais e roubou um jovem de 17 anos na cidade vizinha de Mongaguá. A vítima resistiu entregar-lhe o celular e foi friamente assassinada. É este o tipo de pessoa que não pode usufruir deste benefício, que ao nosso modo de ver, nem deveria existir. O preso deve cumprir a pena de forma contínua e rigorosa.

A impunidade tem sido o grande vilão da justiça e da segurança em nossa sociedade. Vejam o exemplo de Ministros do Governo Federal, Deputados e Senadores envolvidos em corrupção. Juízes e Desembargadores que cumprem pena em quartéis de polícia, meninas assassinas dos pais que são ricas e cumprem pena em Casa de Recuperação e Socialização enquanto os mais pobres cumprem pena no Presídio Feminino de Pinheiros.

Ora, que sociedade justa e segura teremos com o Estado e o Poder Legislativo cada vez mais corruptos e desprovidos de interesse pelo cidadão?

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Escola do Legislativo da Câmara promove curso sobre TDAH

O Brasil na crise do clima

A vida é assim mesmo

Biden joga a toalha. Recomeça a corrida presidencial nos EUA

Forme-se em Inteligência Artificial

CATEGORIAS