Indígenas das etnias Palikur, Guarani Kaiowá e Bakairi vivem em Araraquara

0
60

Buscando informações em documentos ou bancos de dados das secretarias de Educação, Saúde, Assistência e Desenvolvimento Social, Cultura, Direitos Humanos e Participação Popular, no sentido de obter conhecimentos sobre a realidade dos indígenas que vivem em Araraquara, a vereadora Fabi Virgílio (PT), apresentou ao Executivo, no dia 23 de abril, o Requerimento nº 352/2021, solicitando informações a respeito dessa população no município.
“Esses dados poderão subsidiar futuras ações do Geereri/Fundação Araporã junto a essas pessoas através de diálogos e no sentido de se promover a visibilidade dos mesmos e de suas demandas, contribuindo, dessa forma, para a superação do silenciamento étnico, muitas vezes imposto pelo preconceito e pela discriminação”, argumentava a parlamentar.
Em resposta, o coordenador executivo de Assistência Social, Fernando Berwerth Pachiega, informa que, em consulta realizada junto ao Cadastro Único para Programas Sociais, foram identificadas três famílias indígenas residentes no município, uma com cinco membros da etnia Palikur, no Yolanda Ópice; um com três pessoas da etnia Guarani Kaiowá, no Santana; e outras com quatro membros da etnia Bakairi, no São Rafael.

 

Deixe uma resposta