Iluminação no quarto de bebê deve ser tranquila e aconchegante

0
149
Foto: Divulgação/Lilibee

Apostar na luz indireta e quente, com apoio de luminárias auxiliares pode ajudar a trazer mais conforto ao quarto infantil.

O planejamento do quarto infantil é uma das etapas mais esperadas pelos pais que, por envolver muitos elementos, pode se tornar um desafio. Além de pensar em detalhes que possam trazer a segurança do bebê, o novo cômodo também precisa ser aconchegante e um dos aspectos capazes de proporcionar isso é a iluminação.

A luz dos ambientes, de modo geral, além de ajudar a criar uma atmosfera de conforto, também auxilia na realização de atividades. No caso de um cômodo infantil, a iluminação é um aspecto determinante para uma boa noite de sono, oferece suporte aos pais na rotina de cuidados diários com o bebê e também auxilia na visibilidade.

O projeto de iluminação do quarto de uma criança pode ser feito em conjunto com a decoração. Conforme a escolha do papel de parede e da luz refletida nele, o cômodo pode ganhar mais amplitude ou proporcionar diferentes sensações, como conforto ou até mesmo alerta. Por esse motivo, o aspecto deve receber a devida atenção dos pais no momento do planejamento do quarto do bebê.

Dicas para a iluminação no quarto do bebê

Um aspecto que deve ser levado em consideração pelos pais no momento de planejar a iluminação do quarto do bebê é que o ambiente deve funcionar a noite toda, principalmente nos primeiros meses de vida da criança.

Para que o cômodo possa proporcionar aconchego na medida certa, não atrapalhar o sono do pequeno e ser funcional durante o dia e também na madrugada, seja para as trocas de fralda ou para amamentar no período, alguns pontos devem ser priorizados.

Crie uma iluminação indireta

O primeiro ponto importante para garantir mais conforto para o ambiente do bebê é o uso de iluminação indireta. Esse tipo de luminosidade deixa visível a incidência da luz e não de onde ela vem. Só é possível enxergar o efeito e não a lâmpada em si.

Capaz de proporcionar uma luz mais suave e dar ao quarto um ar mais convidativo e aconchegante, a iluminação indireta reduz o contraste entre a luz e a escuridão, o que evita o excesso de luminosidade sobre os olhos dos bebês.

Luminárias embutidas, cortineiros, rasgos e sancas são algumas das formas disponíveis para compor uma iluminação indireta em um cômodo.

Outra dica é utilizar esse tipo de projeto para compor a decoração do ambiente. É possível, por exemplo, utilizar as fitas de led atrás de um painel, de um quadro infantil ou de uma prateleira. O mesmo pode ser feito com os spots, que podem ajudar a destacar um objeto na parede do quarto.

Priorize uma iluminação quente

O uso da luz quente é um aspecto essencial para a composição da iluminação de qualquer ambiente de descanso. Isso porque a iluminação mais amarelada, que imita a claridade do pôr do sol, proporciona a ideia de relaxamento. A luz fria, por sua vez, auxilia na concentração.

Por esse motivo, a iluminação quente é ideal para o quarto do bebê, pois ajuda a promover um espaço mais aconchegante para o pequeno. No entanto, conforme a criança for crescendo e exercendo atividades como lições de casa, por exemplo, o uso da luz branca fria pode ser uma boa opção.

Aposte em luminárias auxiliares

Além de ser um objeto decorativo para o quarto, as luminárias como abajures e arandelas são bastante úteis para os pais. A disposição dos itens pode ser em pontos estratégicos, para auxiliar na amamentação ou no momento de trocar a fralda, por exemplo.

Essas luminárias auxiliares proporcionam um ambiente em meia luz que, no período da noite, pode ser aconchegante para o bebê. Em relação às lâmpadas para os itens, a dica é investir nas de LED, com baixa intensidade e de cor mais amarela.

Utilize mecanismos para regular a luz

Dimmers que permitem regular a intensidade da luz do ambiente são importantes no projeto de iluminação. Práticos, úteis e fáceis de instalar, podem facilitar na hora da amamentação e na troca de fraldas noturnas, sem incomodar o bebê com uma luz que acende repentinamente.

A instalação é simples, basta acoplar o dispositivo ao interruptor já existente no quarto. No entanto, é preciso ter atenção às lâmpadas, pois nem todas permitem a regulagem de luz.

(Luiz Affonso Mehl – Analista de Link Building – www.expertamedia.com.br)

Deixe uma resposta