Homenagem a Marcus Vinícius

0
322

Colaboração-Célia Pires

Essa homenagem póstuma é para reverenciar uma pessoa de espírito livre, que brigava, amparava e sobretudo que acreditava que os laços são eternos

Ninguém esperava que no dia 27 de junho de 2021, Marcus Vinícius de Deus Camano Ramos não acordaria. Que agitado e barulhento, conversador, contestador, partiria para outro plano, em silêncio. Dormindo e em casa. Foi a hipoglicemia. Por conta da diabetes. Tinha 48 anos.
Segundo a esposa Sandra Catanzaro, o médico que o assistiu disse que ele deveria ser uma pessoa muito boa para morrer dormindo. “Deus o carregou com uma grandeza, pois ele não sofreu. Fechou os olhos e voou que nem um passarinho. Quando acordasse do outro lado até ele ia assustar. Essas são palavras do médico que vou levar pra vida, pois é isso que nos conforta um pouco. Tudo o que ele fez vai ficar guardado nos nossos corações. Ele era teimoso. Tanto que descobriu que tinha diabetes havia mais de 13 anos, mas pouco se cuidava. pensava mais nos outros que em si.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.