GEPOL

0
175

Luigi Polezze

SOLIDARIEDADE

No último sábado (9), alunos da Enfermagem da Escola ETC Anna de Oliveira Ferraz (Industrial) mais as Meninas do Arco-iris da Assembleia Estrelas de Ísis e Meninos do DeMolay do Capítulo Araraquara realizaram um Drive Solidário para arrecadação de alimentos para Santa Casa.

A arrecadação foi generosa e para somar, receberam também um caminhão de alimentos da CEAGESP.

Lindo gesto dessa juventude.
Solidariedade e empatia.
É disso que o mundo atual necessita.
PARABÉNS

MANIFESTAÇÕES

Muitas opiniões a respeito da situação da Santa Casa. Trazemos dois depoimentos que chamaram atenção:

Maria Lúcia Piovan Costa
“Na década de 70, o atendimento era ótimo. Tive três filhos nessa data”

Sandra Berti
“Na minha opinião, não entendo o que está acontecendo com a Santa Casa. Nos anos 80, trabalhei lá. Era administrada pelo Cônego Cavallini e pelas Irmãs. Era a melhor comida, melhor atendimento para com todos nós funcionários. Éramos valorizados, nenhum paciente deixava de ser atendido. Atendimento humanitário de todos aspectos. Na minha opinião devemos sim ajudar, mas cabe aos responsáveis uma auditoria urgente!”

DESABAFO

“Estive com minha mãe no vinte e quatro horas da UNIMED. Era tanta gente para ser atendida que permanecemos por volta de quase cinco horas. Na UNIMED, a espera para ser atendido faz lembrar as UPAs da cidade” (Cristina)

Questionamos a UNIMED sobre essa demora no atendimento e se estariam tomando alguma providência a respeito.

Resposta:

Estamos enfrentando um surto de dengue em nossa região e mesmo com aumento de funcionários e médicos no setor, a demanda de medicação está muito grande o que acarreta a demora no atendimento.

O tempo de atendimento nas unidades de saúde é maior do que o registrado em casos de Covid-19, pois para o tratamento da dengue, é necessário, na maioria das vezes, que o paciente faça a reidratação no local, via intravenosa, o que pode demorar conforme o estado clínico da pessoa. E em crianças o atendimento na avaliação é maior ainda.

Estamos nos reunindo diariamente para avaliar, ajustar e trabalhar na melhoria dos nossos processos.

A partir do dia 01/04 reabrimos o centro epidemiológico para o atendimento de pacientes com suspeita de dengue, localizado na Rua Papa João Paulo I, número 1400, bairro Jardim Higienópolis de segunda-feira a domingo (7 dias da semana) das 07h00 às 18h00.

HISTÓRIA

O busto de Victor Lacorte que fazia parte da Casa da Cultura, onde no passado abrigava a Faculdade de Filosofia Ciências e Letras, foi furtado. Por enquanto, nada se ouviu sobre a recuperação.

QUEIMADA

Mês de abril dá início ao período de estiagem que segue até meados de setembro. No período, a baixa umidade do ar é grande e a situação piora com a quantidade de queimadas que são feitas.

Perguntamos à Assessoria de Imprensa do Executivo quais medidas seriam tomadas para amenizar os problemas. Segue resposta:

Desde 2017, Araraquara implanta o “Plano de Contingência – Operação Estiagem” , normalmente de 15 de maio a 31 de setembro.

O período é marcado pelo aumento das queimadas em áreas urbanas e rurais, com elevação do número de problemas alérgicos e respiratórios, e o Plano é um instrumento de gestão de risco, possibilitando aos gestores públicos a adoção de medidas de prevenção, mitigação, preparação, resposta e recuperação, com o objetivo de minimizar os efeitos da estiagem.

Os trabalhos são coordenados pela Secretaria Municipal de Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública, por meio da Defesa Civil e acontecem numa parceria com o Corpo de Bombeiros, Secretaria de Governo, Planejamento e Finanças, Secretaria de Obras e Serviços Públicos, Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Secretaria de Saúde, Secretaria de Comunicação, o Daae Araraquara, além de outros setores.

A reunião dos envolvidos para debater os principais pontos do plano, alinhar as medidas necessárias e definir os canais de denúncia ocorre na segunda quinzena de abril. Como ocorre todos os anos, o Plano será amplamente divulgado, já que o seu êxito depende também da participação da população.

GREVE

Após a paralisação na última segunda-feira (11) dos funcionários municipais, SISMAR comunica:

“A greve se iniciará na segunda dia 18/04 à partir das 00:00 conforme notificação feita ao Prefeito após a assembleia permanente de segunda-feira (11) às 08:00 da manhã.”

Quem nos acompanhou até aqui tenha um excelente final de semana e até a próxima, se Deus assim o permitir.

Deixe uma resposta