Gasto de quase 4 milhões em recuperação do Gigantão poderia ter sido evitado com manutenção preventiva 

0
110
Foto: Tetê Viviani - Divulgação Prefeitura

Vereador Rafael de Angeli (PSDB) pediu informações à Prefeitura sobre acordo firmado com o MP depois de desabamento de parte da cobertura do espaço 

Após desabamento de parte da cobertura do Ginásio Municipal de Esportes “Castelo Branco” – Gigantão, em 2010, o Ministério Público instaurou Inquérito Civil para apurar as causas e também recuperar o prédio, culminando em uma Ação Civil Pública. Mais adiante, em 2019, divergências entre o MP e a Administração Municipal sobre o estado de conservação e os riscos de novo acidente no local resultaram num acordo entre a Prefeitura e a promotoria para a realização dos reparos, com abertura de licitações em até 180 dias, contados a partir de 1º de janeiro de 2020, com prazo de execução em 360 dias. O cumprimento do acordo foi cobrado pelo primeiro secretário da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Araraquara, vereador Rafael de Angeli (PSDB), por meio do Requerimento nº 1146/2021. Em resposta, o governo municipal informou que as obras estão concluídas.

De acordo com a Prefeitura, a Ordem de Serviço para início das obras foi assinada em 4 de novembro de 2020, com custo estimado em R$ 3.755.663,06. “A obra contratada encontra-se concluída desde 26 de novembro de 2021. Todavia, a liberação do ginásio aguarda a finalização da recuperação do piso da quadra, sob responsabilidade da Secretaria de Esportes, deteriorada pelo tempo”, diz o ofício, assinado pelo secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Sérgio José Pelícolla.

Para Angeli, investimentos em manutenção preventiva teriam evitado o acidente e, consequentemente, o custo de quase R$ 3,8 milhões aos cofres públicos. “Faltou cuidado e atenção da prefeitura com relação ao Ginásio de Esportes ‘Castelo Branco’. Planejamentos, anteriores à pandemia, em eventos e shows, poderiam gerar renda para ser investida em manutenção preventiva e melhorias no local antes que o tempo deteriorasse a estrutura”.

Por fim, o vereador destaca a importância da conservação do prédio, afirmando que “o Gigantão foi inaugurado em 1969, é um dos complexos esportivos mais famosos do Estado de São Paulo, com arquitetura única, e já foi palco para diversos eventos importantes, tanto no esporte quanto em shows musicais”.

(Comunicação Social – Câmara Municipal de Araraquara)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.