Fisioterapia no câncer de próstata: um toque de esperança

0
384

Fernando Frajacomo (*)

O câncer de próstata é o mais incidente entre os homens, com cerca de 1,5 milhão de novos casos diagnosticados por ano no mundo. No Brasil, são esperados cerca de 72 mil casos em 2023, segundo estimativas do INCA (Instituto Nacional de Câncer). O diagnóstico precoce e o tratamento adequado podem aumentar significativamente as chances de cura. No entanto, o tratamento pode causar efeitos colaterais que podem afetar a qualidade de vida do paciente.
A fisioterapia oncológica é uma área da fisioterapia que se dedica à reabilitação de pacientes com câncer. No caso do tumor de próstata, a prática pode ajudar a reduzir os efeitos colaterais do tratamento, como incontinência urinária, perda de massa muscular e massa óssea, fadiga e depressão.

Os principais objetivos de um fisioterapeuta oncológico em seu atendimento são: Auxiliar na manutenção da atividade física; diminuir os efeitos colaterais do tratamento e da evolução da doença; ajudar a manter a independência; e melhorar a qualidade de vida do paciente.

Em particular nos casos de câncer de próstata, a fisioterapia pode ajudar a melhorar os seguintes aspectos da vida do paciente:

Continência urinária: A fisioterapia pode ajudar a fortalecer a musculatura do assoalho pélvico, o que pode reduzir a incontinência urinária.

Massa muscular: O tratamento do câncer de próstata pode causar perda de massa muscular. A fisioterapia pode ajudar a prevenir ou reduzir essa perda.

Fadiga: O tratamento do câncer de próstata pode causar fadiga. A fisioterapia pode ajudar a melhorar a resistência e a reduzir o cansaço extremo.

Depressão: O tratamento do câncer de próstata pode causar depressão. A fisioterapia pode ajudar a melhorar o humor e a qualidade de vida.

A fisioterapia pode ser iniciada antes, durante ou após o tratamento do câncer de próstata. No pré-operatório, ela pode ajudar a preparar o paciente para a cirurgia. No pós-operatório, a fisioterapia pode ajudar a acelerar a recuperação.

O programa de fisioterapia no câncer é personalizado para cada paciente, de acordo com as suas necessidades e objetivos. As sessões de fisioterapia geralmente duram até 60 minutos e podem ser realizadas em clínicas especializadas, em domicílio ou por teleatendimento.

Se você foi diagnosticado com câncer de próstata, converse com seu médico sobre a possibilidade de iniciar um programa de fisioterapia para ajudar a reduzir os efeitos colaterais do tratamento, melhorar a qualidade de vida e aumentar sua independência.

(*) (Crefito-3 123199-F) é fisioterapeuta especializado em oncologia. Mestre e doutor nas áreas de exercício e reabilitação pela USP/RP. Foi pesquisador visitante no INCA e atua como docente do curso de fisioterapia no Centro Universitário Estácio de Sá, além de ser tutor da liga acadêmica de LIFEONCO.

(ADCOM – Angelo Davanço Comunicação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.