Estão abertas as inscrições para o XVIII Território da Arte de Araraquara

0
98

Com o tema “Vida 21 – Arte além da Pandemia”, a edição se desdobrará em quatro eixos conceituais: terra, floresta, humanidade e espiral do tempo

O Território da Arte de Araraquara abre as inscrições nesta quarta-feira, 22 de setembro, para artistas interessados em expor suas obras e projetos de artes visuais na 18ª edição do programa, a ser realizada totalmente em ambiente digital entre os dias 28 de outubro e 15 de dezembro.
Com o tema “Vida 21 – Arte além da Pandemia”, a edição tem a equipe executiva formada por: Evandro Nicolau (curadoria e coordenação do projeto), Rita Miquelutti e Carlos Jimenez Vasquez (curadores convidados) e Denise Zakaib (produção e educativo).
O tema faz uma proposição conceitual inspirada pelos ciclos das eras e das estações da Terra, como uma representação das mudanças necessárias no modo de existir e resistir. De acordo com Evandro, “a proposta desse evento artístico e cultural é a de agir pró-ativamente, neste momento em que a humanidade e o Brasil estão vivendo”. “Reconhecendo a necessidade de sobrevivência e a urgência em repensar a arte, a cultura, o meio ambiente e a condição humana, em tempos adversos do sistema político, social e cultural”, pontuou.
Por isso mesmo, o tema “Vida 21” se desdobrará em quatro eixos conceituais: terra, floresta, humanidade e espiral do tempo. Haverá uma seleção curatorial com prêmios de incentivo de obras específicas, em cada um dos quatro eixos conceituais propostos. “O que se pretende é estimular a imaginação utópica e criativa, não só dos artistas, mas do também público, ao proporcionarmos interações artísticas, como base de comunicação em redes culturais, que busquem incluir, tornar visível e dar amplificação às expressões da evolução do presente humano, que vislumbra um futuro de saúde e bem-estar do viver. Este conceito se lança na exploração das transformações na cultura ao mostrar a ‘arte para além da pandemia’ da Covid-19, do ecocídio e do negacionismo, acerca do desenvolvimento científico e da política do atual governo brasileiro”, argumenta Evandro, lembrando que toda a programação será remota.
A ideia é promover um amplo debate sobre a arte, a cultura, a sociedade e a política. “Araraquara foi uma cidade que enfrentou uma das piores situações de crise sanitária no combate à pandemia da Covid-19 no país, e agiu em acordo com a ciência, com a preservação da vida, acima de qualquer disputa ou derivação da política violenta, do momento atual. Na edição de 2021, o que se pretende realizar é um projeto ambicioso, de grande e ampla discussão que contempla uma abrangência nacional e internacional”, defende o curador.

Inscrições – Para a exposição em ambiente digital será realizado um recorte de trabalhos de artistas brasileiros ou estrangeiros que se relacionem com as artes visuais contemporâneas.
São aguardadas inscrições de: obra ou conjunto de obras, análogas, realizadas em suporte físico e material, como: pintura, escultura, desenho, gravura, serigrafia, colagem, assemblagem, readymade, fotografia analógica e suas derivações, sejam elas bidimensionais e/ou tridimensionais, figurativos ou abstratos, que devem ser tornadas arquivos digitais para a participação no evento.
Também podem participar: instalação, intervenção, performance, artes digitais, vídeo-arte e outras possíveis derivações da arte contemporânea, que sejam nati-digital, ou seja, concebidas e produzidas exclusivamente para os suportes digitais e da e-cultura.
A pré-inscrição deve ser realizada por meio de preenchimento de formulário disponível no link http://frta.xyz/preinscricao. Após o preenchimento, o proponente receberá um e-mail com convite para a criação de perfil em Rede Cultural específica do Território da Arte de Araraquara, a ser preenchida por ordem de inscrição, até o limite de 200 inscrições, ou até a data final de inscrições, que será dia 22 de outubro. A data final de confirmação de inscrição com a criação do perfil na rede é dia 27 de outubro. Vale destacar que não haverá nenhum recebimento de obras físicas, já que todos os trabalhos exibidos serão recebidos exclusivamente em arquivos ou links digitais.
Todas as obras inscritas ficarão disponíveis para visitação pública digital, abertas para interação e comentários do público, bem como podendo se reorganizar em tags e grupamentos que os visitantes e os próprios artistas poderão fazer na rede. Os perfis são apenas dos participantes do Território, porém, a rede fica aberta ao público para visitação digital.
A partir desta Rede Cultural serão selecionados 50 artistas ou grupos artísticos, que farão parte de uma exposição, com expografia digital e arquitetura 3D, em ambiente digital, na qual estará exibido o conjunto de obras, bem como informações das obras, do artista, ou grupos de artistas, além de outras possibilidades de conteúdos postados.
Como incentivo, nomeado de prêmio, a curadoria escolherá e referendará, dentre os 50 participantes da exposição em ambiente digital, 21 obras que serão certificadas como NFTs Non-Fungible-Tokens (tokens não fungíveis).
Dos 21 selecionados ao prêmio incentivo, serão destacadas 3 obras de 3 artistas participantes, que receberão o valor de R$ 1.000,00, a título de aquisição da NFT de uma de suas obras, que passará a fazer parte do acervo público da Pinacoteca Municipal de Araraquara. Será uma ação institucional inédita de aquisição pública de obra digital e incorporação do artista e obra ao acervo municipal de arte de Araraquara.
A comissão curatorial observará os seguintes critérios para a seleção: qualidade artística e poética; ineditismo da proposta e coerência conceitual adequação aos temas propostos; originalidade; compatibilidade com as condições técnicas e espaciais disponíveis, bem como adequação aos termos de uso da Rede Cultural; estar em diálogo com a proposta conceitual da mostra.
De acordo com a política pública de inclusão da Secretaria de Cultura de Araraquara, a comissão irá considerar indutores de pontuação, e na avaliação final serão acrescidos pontos adicionais se autodeclaradas as seguintes situações: “Etnia/cor” (autodeclarados pretos, pardos, indígenas e amarelos/asiáticos: + 0,5 ponto), “Gênero” (autodeclaradas mulheres, transgêneros e não binários: + 0,5 ponto) e “Pessoa com Deficiência” (autodeclarados com deficiência: + 0,5 ponto).

Informações e dúvidas serão esclarecidas exclusivamente através do e-mail: [email protected] O edital completo pode ser acessado pelo site da Prefeitura de Araraquara, na aba “Editais da Cultura”. O link direto é o: http://www.araraquara.sp.gov.br/governo/secretarias/cultura/TERRITRIO2021.pdf.

SERVIÇO:
Inscrições abertas para o XVIII Território da Arte de Araraquara
Período: 22 de setembro a 22 de outubro de 2021
Inscrições: http://frta.xyz/preinscricao
Edital completo:

Clique para acessar o TERRITRIO2021.pdf


Informações: [email protected]

(SECRETARIA MUNICIPAL DE COMUNICAÇÃO – PREFEITURA DE ARARAQUARA)

Deixe uma resposta