EPI’s e alimentação para funcionários das UPAs são alvo de requerimento

0
96
Foto: Willian Oliveira/ACidadeON

Vereadores Marcos Garrido (Patriota) e Lineu Carlos de Assis (Podemos) questionam o Executivo

Após receber denúncias em seus gabinetes, os vereadores Marcos Garrido (Patriota) e Lineu Carlos de Assis (Podemos) enviaram os Requerimentos nº 807/2021 e nº 808/2021 à Prefeitura, solicitando informações sobre os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e alimentação fornecidos para os trabalhadores das Unidades de Pronto Atendimento (UPAS).
“Nós observamos por meio de fiscalização que os EPI’s seriam insuficientes e inadequados para a finalidade de evitar a contaminação e transmissão do coronavírus e outras moléstias infecto-contagiosas”, destacaram os parlamentares. Por isso, eles requisitaram as comprovações de que os equipamentos fornecidos atendem ao disposto na Norma Regulamentadora 32 do Ministério do Trabalho, além do efetivo recebimento de máscara, avental e jaleco, por exemplo, pelos profissionais de saúde que trabalham nas UPAS e comprovação de sua substituição periódica nos últimos doze meses, além de cópias dos empenhos referente a aquisição dos EPI’s, também nos últimos doze meses, como discriminação da quantidade adquirida no período e valor pago por unidade.
Os vereadores também solicitaram esclarecimentos sobre alimentação fornecida para os trabalhadores e sobre o responsável pelo seu fornecimento. “Ainda durante a fiscalização realizada, constatamos que é fornecido um marmitex sem verduras, com quantidades insuficientes de proteína e carboidratos para uma jornada de doze horas de trabalho”, frisaram os parlamentares, que aguardam a resposta aos questionamentos. (Comunicação Social – Câmara Municipal de Araraquara)

Deixe uma resposta