(EDITORIAL) Cortina de poluentes

0
109
Foto: Tetê Viviane

Os que foram as ruas no dia 14/09 (terça-feira) viram uma névoa de fumaça que pairava sobre a cidade. A Morada Do Sol possui naturalmente uma temperatura mais elevada, seca e, nos últimos tempos, cada vez mais repleta de queimadas.
A consequência disso foi a piora da qualidade do ar. De acordo com a CETESB, órgão responsável por monitorar o nível de poluentes no ar, a classificação de nossa cidade alcançou o nível “ruim” (informação do referente ao dia 14/09).
A realidade é que a maioria dos leitores está de mãos atadas quando se trata do que fazer para combater a poluição no ar. No entanto, pequenas ações ainda fazem alguma diferença. Evitar a utilização de veículos, não contribuir para os depósitos de lixos indevidos em várias regiões da cidade e, principalmente, conscientizar as pessoas próximas do problema.
Além disso, resta proteger-se nos momentos de poluição mais aguda e denunciar eventuais responsáveis por incêndios criminosos.
A propósito, continuem utilizando máscara quando saírem. As máscaras, além de serem uma medida de proteção contra o COVID-19, também reduzem o volume de poluentes que respiramos.

Deixe uma resposta