(EDITORIAL) Cidade descuidada

0
24
Foto: Internet

A cidade de Araraquara vem enfrentando inúmeras dificuldades na conservação de seus bens públicos nas últimas gestões na Prefeitura. Praças estão abandonadas pela Administração: sem conservação, sem cuidados mínimos e vendo acúmulo de lixo. Áreas centrais da cidade com prédios fechados há anos – lembram-se do Hipermercado Santo Antônio? -, além de lixo na área dos trilhos, que corta o centro de Araraquara.
A população, também, tem sua parcela de culpa: por que descartar lixo em terrenos? Pior: por que jogar lixo em praças públicas? Lixo segue nos locais públicos até que algum órgão responsável tome ciência e atue, seja ele o DAAE (Departamento Autônomo de Água e Esgotos de Araraquara) ou a própria Prefeitura. Ocorre que, isso é inegável, o tempo de resposta para retirar material jogado indevidamente é longo demais.
O fato é que a própria Prefeitura de Araraquara deveria empenhar-se em mostrar um exemplo aos seus cidadãos. Aliás, seria um ciclo virtuoso que se retroalimentasse: todos dando seu melhor, Prefeitura e moradores da cidade.
No entanto, esse quadro tão agradável de imaginar não tem grandes chances de ocorrer em futuro próximo. Ruas esburacadas, depredação do patrimônio público, má manutenção das calçadas… e, claro, lixo jogado indevidamente. Precisamos repensar a forma como cuidamos do espaço público: como agimos individualmente e de que forma podemos cobrar nossos dirigentes.
Sim, a cidade é nossa casa. E nossa casa tem nossa “cara”. Simples assim.

Deixe uma resposta