Edinho assina Ordem de Serviço para construção da quadra coberta da Emef “Olga Ferreira Campos”

Obra contará com o investimento de R$ 1,2 milhão, com recursos liberados pelo Governo Federal por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação

O prefeito Edinho assinou nesta quinta-feira (4) a Ordem de Serviço para as obras de construção de uma quadra poliesportiva coberta na Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) “Olga Ferreira Campos”, no Jardim Universal. A assinatura foi feita em solenidade realizada na própria unidade de educação.
A obra contará com o investimento de R$ 1.225.000,00, com recursos liberados pelo Governo Federal por meio do fundo nacional de desenvolvimento da educação. A nova quadra vai possibilitar a criação de um novo espaço para o desenvolvimento de atividades esportivas e culturais com os alunos que frequentam a unidade educacional.

Edinho elogiou a mobilização da comunidade em torno da obra, que não ficou em primeiro lugar no Orçamento Participativo, porém a Prefeitura conseguiu os recursos para executá-la para atender a demanda popular. “Eu sei o quanto essa obra é importante para a comunidade escolar e para o Olga, que é uma escola tão importante para toda essa região, uma escola que é referência na nossa rede de educação em Araraquara. Eu sempre digo que a Prefeitura se compromete com a obra mais votada no Orçamento Participativo. Nós sempre nos comprometemos a executar a prioridade número um, mas se tivermos a oportunidade de buscar recursos, nós evidentemente vamos executar aquela que não foi mais votada, mas que nós sabemos que a comunidade nos diz que é importante. Se não fosse importante, não teria mobilizado a comunidade no Orçamento Participativo. Estou muito feliz em estar aqui anunciando um investimento tão importante para essa região”, comentou.
A secretária da Educação, Clélia Mara dos Santos, também valorizou a obra. “É muito bom que possamos dialogar com todos e com cada um sobre a importância da escola e sobre a importância da prática esportiva, que é disso que estamos falando agora, como um elo que nos constitui como sujeitos inteiros e sujeitos que convivem em uma sociedade formada por pessoas que, ainda que sejam iguais em direitos, são diferentes em muitas formas, e essas muitas formas de ser diferentes merecem respeito, afago, afeto e carinho no cotidiano. Que bom que o Olga terá mais um espaço da prática cotidiana de educação inclusiva dessa comunidade”, pontuou.

A diretora da Emef “Olga Ferreira Campos”, Maria José da Silva Júlio, falou em nome da comunidade escolar. “Há anos nós buscamos a reforma dessa quadra e tentamos isso por meio do Orçamento Participativo. É uma quadra antiga que está um pouco gasta pelo tempo, não é coberta, e o uso que nossos alunos fazem não é o melhor possível. Eu deixo aqui nossos agradecimentos à secretária da Educação, Clélia Mara, que teve uma escuta muito atenta, porque em vários momentos nós falamos dessa necessidade. Ela buscou recursos por meio do Governo Federal e hoje nos reunimos aqui para darmos o pontapé inicial para que essa quadra não seja reformada, mas que a escola receba uma quadra nova, coberta, com toda infraestrutura necessária para os nossos alunos”, salientou.

A Emef “Olga Ferreira Campos” foi inaugurada em 25 de março de 1985 com a denominação de Escola Estadual de Primeiro Grau (EEPG) do Parque das Laranjeiras. Em 26 de outubro de 1987, o nome da escola foi alterado para Escola Estadual de Primeiro Grau “Professora Olga Ferreira Campos”. A unidade teve sua municipalização assinada em outubro de 1999, quando passou a ser Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef). O prédio passou por uma ampliação em 1999 e no ano de 2025 houve uma reforma na cozinha, troca de pisos nas salas de aulas e pinturas do prédio.

A unidade educacional atende um total de 510 alunos, sendo 282 alunos dos anos iniciais e 228 alunos dos anos finais do ensino fundamental. A construção da quadra possibilitará um novo espaço para desenvolvimento de atividades aos alunos que frequentam a escola.

Também participaram da solenidade a secretária de Obras e Serviços Públicos, Renata Bratfisch; a secretária de Desenvolvimento Urbano, Sálua Kairuz Poleto; o secretário de Governo Donizete Simioni; o secretário de Direitos Humanos e Participação Popular, Marcelo Mazeta; a secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Jacqueline Barbosa; o chefe de Gabinete, Renato Ribeiro; a ouvidora geral do Município, Fernanda Fegadolli Nascimento; Guilherme Berghe Leite, que representou a Secretaria de Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Turismo; e Valéria Spinandelli Contente, da Pemcel Projetos de Engenharia, construção Civil, Engenharia e Locação, empresa responsável pela obra.

SECRETARIA MUNICIPAL DE COMUNICAÇÃO
PREFEITURA DE ARARAQUARA

Foto: Tetê Viviani

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Em virada impressionante, Sesi Araraquara é bicampeão da LBF

O que é TOC e como identificar seus sintomas?

Câmara aprova área para instalação de empresa e outros projetos

Projeto de novos abrigos de ônibus selecionado em concurso começa a ser implantado

Reunião marca apresentação do projeto da nova sede do Bem-estar Animal

CATEGORIAS