“E a vida seria mais fácil…”

Ano Novo

Algazarra nas ruas

Lindas canções

Vivas e hurras…

Multidões sorrindo

Diante do espetáculo, dos fogos de artifícios

Que ilumina a noite

Num pedido de armistício

Suspensão das armas, das hostilidades

Da violência e das atrocidades

Até a manhã seguinte

Quando surge o sol

E caímos na impiedosa realidade…

Bandeira branca

Da passagem do ano

Entre as luzes que explodem no céu

Temos a ilusão de estar no Paraíso

Só ouvimos sorrisos

Abraços, beijos

Promessas e desejos…

Com os fogos explodem sentimentos

Todos com o mesmo pensamento

Desejamos Paz e Amor

E nos abraçamos…

Nos confraternizamos…

E lágrimas de alegria

Caem dos olhos mágicos da fantasia

Impulsionados pela emoção

Agimos com o coração

Sem raciocínio e sem razão

Esquecemos a discórdia

A desilusão, a crueldade e a devassidão

O ano já foi percorrido, passado…

No peito purificado

Brotam raios de esperança

De força, vigor e punjança

É um momento divino e otimista

Tão místico, mas não realista

Aparentemente não estamos sós

Unidos com o mesmo brilho no olhar

Distraídos com a magia no ar

Nos entregamos uns aos outros

E a todos acolhemos num gesto humano

De amor, fraternidade e muita humildade…

E a vida seria mais fácil

Se este momento durasse para sempre

Seriamos melhores…

Não nos envergonharíamos dos nossos atos

Despidos do ódio e da tirania

Nos lembraríamos de admirar

A terra, o sol e o clarão do dia

A luz das estrelas e a calmaria

Das pequenas ondas que batem nas praias

Num vai e vem qual vento nas saias…

E descobriríamos o amor,

Na riqueza extraordinária

Das almas dos homens,

Que parecem insignificantes

Pois não possuem poder e armas,

Não são militantes

São almas ingênuas, alegres e puras

Que abrem as portas do coração

Toda vez que alguém lhes pede a mão

Seria magnífico…

Seria grandioso…

Seria nobre, elevado, majestoso

Se essa reciprocidade, tolerância e igualdade

Se estendesse no tempo de nossa passagem, até a eternidade…

(*) É Pedagoga e colaboradora do JÁ.

Compartilhe :

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

A Reforma tributária e o preço dos alimentos

O transporte público do Brasil está colapsando? Para onde vamos?

A força e união do agro

Os riscos e a falta de regulamentação do uso de dados genéticos de pacientes por operadoras de saúde

Por que temos de sofrer as consequências do pecado de Adão e Eva?

CATEGORIAS