Dicas para se planejar e começar a investir

0
430
Foto: Pexels

Organizar as finanças é essencial para quem está endividado e quer se tornar um investir a médio prazo. 

Para fazer essa virada financeira, é importante fazer um levantamento das finanças, para ter uma visão clara dos seus gastos e entender aonde se está gastando mais dinheiro.

Depois disto, é hora de estabelecer prioridades e objetivos financeiros que irão te nortear.  Para isso, é necessário estabelecer metas de curto, médio e longo prazo e planejar como chegar a elas.

Mas quem está endividado precisa começar a trabalhar para reduzir as dívidas, começando com aquelas com taxas de juros mais altas. É recomendável reduzir ou evitar novas dívidas, e sempre pagar as contas em dia.

Comece a economizar para investir

Depois de estabelecer metas e prioridades, criar um plano de investimentos pode ser uma ótima maneira de aumentar o patrimônio. Comece com pequenas quantias que sejam viáveis para sua situação financeira.

Pode ser útil buscar conselhos profissionais para entender melhor a sua situação e avaliar melhor as melhores opções de investimento.

Os melhores investimentos para você aprender são:

Fundos de Investimento – Fundos de Investimento são instrumentos financeiros que reúnem recursos de diversos investidores para aplicar em ativos financeiros. O investimento inicial é baixo e a rentabilidade depende do desempenho dos ativos.

Renda Fixa – Os investimentos em renda fixa são títulos emitidos por bancos e instituições financeiras como títulos públicos, LCIs e LCAs. O investimento inicial é baixo e o retorno da aplicação é garantido.

Investimento em Ações – Os investimentos em ações são empreendimentos de risco que podem gerar grandes retornos. O investimento inicial é baixo e é possível ganhar dinheiro com as oscilações dos preços das ações.

Tesouro Direto – O Tesouro Direto é um programa do governo federal que oferece aos investidores a possibilidade de investir em títulos públicos federais. O investimento inicial é baixo e os títulos têm rentabilidades atrativas.

Investimentos em Ouro – O investimento em ouro é uma forma de diversificar os investimentos. O investimento inicial é baixo e a rentabilidade depende da cotação do ouro.

Criptomoedas – As criptomoedas são moedas virtuais que podem ser usadas para realizar pagamentos e realizar transações de compra e venda. O investimento inicial é baixo e a rentabilidade depende do desempenho do mercado de criptomoedas.

Como escolher o melhor investimento

Para escolher os investimentos mais interessantes para o seu perfil é necessário ter uma visão a longo prazo e focar nos resultados. Dessa forma, você pode investir com mais confiança e segurança.

Estude cada um dos tipos de aplicações existentes antes de fazer suas escolhas, entenda os valores mínimos que são aceitos, quanto é o rendimento médio de cada um desses investimentos e quais as formas de investir.

Quando pensamos em renda fixa, há muitas informações para brasileiros. Mas em moedas digitais é preciso saber encontrar as fontes certas para entender os conceitos básicos como o que é uma criptomoeda, quanto vale o Bitcoin – btc/usdt, quanto vale em em real e quais as melhores exchanges para se contratar.

Livros e vídeos no Youtube podem te ajudar a entender melhor esses pontos, mas vale a pena procurar entender cada vez mais para ter rendimentos interessantes nos seus investimentos.

(Luiz Affonso Mehl – Analista de Link Building – expertamedia.com.br)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.