Desabamento do teto no CER do Parque Infantil gera novos questionamentos 

0
99

Em visita à unidade no mês de fevereiro, vereador Rafael de Angeli (PSDB) já havia alertado sobre infiltrações no teto 

No dia 10 de fevereiro, quando a reforma do Centro de Educação e Recreação (CER) “Leonor Mendes de Barros”, localizado no Parque Infantil, já havia sido finalizada, o primeiro secretário da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Araraquara, vereador Rafael de Angeli (PSDB), visitou a unidade e constatou a existência de sinais de infiltrações graves no teto, quando alertou para possíveis riscos de desabamentos.

E foi o que aconteceu. No dia 14 de março, o teto do CER desabou, pouco antes de as crianças entrarem na escola, acarretando no cancelamento das aulas.

Destacando que o Centro de Educação e Recreação é o mais antigo da cidade, com 79 anos, atende cerca de 200 crianças e ganhou reforma estrutural concebida pelo Orçamento Participativo (OP), o parlamentar pediu à Prefeitura, por meio do Requerimento nº 277/2022, informações a respeito do desabamento do teto.

No documento, Angeli pergunta se foram feitos laudos sobre a infiltração ocorrida após o término das obras e, em caso positivo, quais foram os resultados; por qual razão a infiltração ocorreu, mesmo após a realização das obras; o que justifica a falta de atitude em corrigir urgentemente o problema, considerando que, mesmo após a reforma, foi constatado visualmente que ainda havia problemas relacionados a infiltrações; e quais medidas emergenciais seriam tomadas caso o teto desabasse durante o intervalo das crianças e atingisse um ou mais alunos, podendo até mesmo ocorrer fatalidades.

“Não dá para entender. Durante a visita de fiscalização, nos disseram que era um problema simples e que já havia sido resolvido, faltando apenas pintar o teto, mas dias depois, tudo ‘veio abaixo’. O que está acontecendo com as ‘reformas’ da Prefeitura?”, questiona e pontua o vereador.

(Comunicação Social – Câmara Municipal de Araraquara)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.